was successfully added to your cart.

Como Estimular a Fala do Bebê

Hoje, vamos falar sobre como estimular o seu bebê a falar. Após uma breve introdução ao desenvolvimento da linguagem, daremos dicas de atividades simples e rotineiras que estimulem a fala dos pequenos.

Aprender a falar é um processo que começa ainda na gestação, pois os bebês na barriga podem escutar a voz da sua mãe. Aos 2 anos, a maioria já possui vocabulário suficiente para juntar palavras e expressar suas vontades e necessidades. 

Neste artigo, vamos ver como esse processo se desenrola e o que você pode fazer para estimular o seu bebê a falar. Boa leitura!

Como estimular o seu bebê a falar em cada fase

Até os 3 meses

Os bebês ouvem a voz de suas mães e de pessoas próximas a ela, desde a gestação. Ao nascer, aprendem a murmurar e, gradualmente, tentam imitar os sons que escutam. Quando você canta para o seu bebê, está estimulando o desenvolvimento da sua fala. 

Da mesma forma, quando fala com ele ou mesmo quando conversa com outras pessoas quando ele está por perto, você está estimulando sua linguagem. Mesmo que o bebê não entenda o significado das palavras, ele ouve a sua voz e as das outras pessoas, sendo, assim, inserido no mundo das palavras.

De 3 a 6 meses

Nessa fase, o bebê começa a aprender como se dá a comunicação e você estimula a fala do seu filho, quando fala com ele olhando nos olhos, sorrindo, quando imita os sons que ele emite, ou vice e versa.

De 6 a 9 meses

A partir dos seis meses, os bebês começam a brincar com os sons. Alguns já falam palavras como ”dada” ou “mama”. Eles podem reagir com sorriso ao ouvir uma voz suave ou com choro ao ouvir uma voz mais agressiva.

Nessa fase, você pode brincar com seu bebê inserindo algumas palavras novas, nomeando seus brinquedos —  “esse é o urso gigante” —  ou brincando com sua imagem no espelho, perguntando quem é que está refletido ali e dizendo o seu nome, em seguida.

Você também pode começar a fazer perguntas para o seu bebê, como: “onde está o seu cachorrinho?”, mostrando onde está, caso ele não responda apontando ou indo até o local.

De 9 a 12 meses

Perto de completar um ano, os bebês já começam a entender palavras simples. O seu filho pode, por exemplo, parar e te olhar quando você diz “não”, ou procurar por você, quando alguém pergunta “onde está a mamãe?”. 

Nessa fase, ele aponta, faz sons com a boca e usa o seu corpo para dizer o que deseja. Por exemplo, ele pode olhar para você e levantar os braços para mostrar que “quer colo”, ou te entregar um brinquedo para que você saiba que ele quer brincar. 

De 12 a 15 meses

Os bebês começam a usar palavras para identificar um objeto, como “bibi” para chupeta, “dede” para mamadeira, etc. Mesmo sem usar as palavras, os bebês dessa idade conseguem pedir algo apontando, alcançando com as mãos ou olhando para o objeto e balbuciando. 

Você pode estimular o seu filho a dizer as palavras que ele conhece falando o nome dos objetos que manuseia, como “copo”, “suco”, “boneca”. Da mesma forma, quando lê um livro para ele e faz perguntas sobre as ilustrações da história.

Sempre que ele nomear um objeto, mostre-se feliz, com um sorriso ou dê um elogio! Preste atenção ao que desperta o interesse do seu filho, seja por um animal ou uma plantinha, e converse sobre isso com ele.

Vocês também podem conversar enquanto fazem as atividades diárias em casa, como trocar de roupa, perguntando a ele o que quer vestir, nas refeições, oferecendo opções para que ele escolha o que prefere comer ou beber.

Da mesma forma, quando seu filho começar a nomear os objetos ao redor, por exemplo, quando ele falar “bola”, você pode agregar novas palavras dizendo: “essa é a sua bola azul!”. Em todos esses exemplos, você está ensinando novas palavras para seu filho e o estimulando a falar enquanto aprende!

De 15 a 18 meses

Nessa fase, os bebês já começam a usar gestos mais complexos para se comunicar e continuam a ampliar o vocabulário. Pode ser que seu filho pegue a sua mão, te leve até a estante, aponte para um livro e diga “livo”, comunicando o desejo de ler um livro com você. 

Você também pode ajudar a estimular a fala, nessa idade, com brincadeiras que nomeiam os objetos. Por exemplo: dizer o nome de um objeto que está na sala e pedir para seu filho encontrá-lo, ou esconder um objeto no ambiente e pedir para ele procurar e dizer o seu nome quando encontrá-lo. 

De 18 meses a 2 anos

Nessa fase, a criança (que não é mais um bebê!) já pode seguir instruções e juntar as palavras, dizendo “quero suco”, por exemplo. Você pode estimular as habilidades de comunicação do seu filho pedindo a ele ajuda para manusear objetos, nomeando-os, como colocar os pratos na mesa, ou buscar o seu sapato no armário.

Da mesma forma, quando ensina canções infantis e rimas, lê, brinca ou conversa com seu filho, você estimula o desenvolvimento da sua linguagem. Isso porque você vai inserindo palavras e nomeando novos objetos no dia-a-dia, em suas tarefas rotineiras e em brincadeiras nos momentos de lazer.

De 2 a 3 anos

As habilidades de linguagem se desenvolvem cada vez mais. Agora, ele já consegue juntar mais palavras para criar frases e responder a perguntas simples. Aos 36 meses, será capaz de responder perguntas mais complexas e, cada vez mais, brincar de faz de conta, com cenas imaginárias que remetem às suas vivências cotidianas.

Você pode estimular a fala do seu filho aumentando a complexidade do que ensina para ele. Por exemplo, ensine o seu nome e sobrenome, pergunte sobre o tamanho e formato dos objetos que ele te mostra, faça perguntas abertas que não tenham como resposta “sim” ou “não”. Tudo isso ajuda as crianças, nessa idade, a desenvolver suas próprias ideias e aprender a expressá-las. 

Outra dica, é pedir para seu filho lhe contar a história do seu livro favorito. A leitura estimula o desenvolvimento da linguagem e quanto mais você estimular o gosto por ela, mais ele irá desenvolver a linguagem. Da mesma forma, brincadeiras que envolvem encenação de histórias e a dramatização de papéis criam oportunidades para desenvolver a linguagem.

Viu que não é nenhum bicho de sete cabeças estimular o seu bebê a falar? Siga nossas dicas e orientações e ajude seu filho a desenvolver a linguagem de forma lúdica e prazerosa!

Deixe um Comentário