Ganhe adesivos juninos em todos os pedidos acima de R$100! Aproveite ;-)

Conheça as principais doenças infantis do outono e como preveni-las

Olá, mamães! Hoje, o nosso assunto será sobre as doenças infantis do outono. Com as temperaturas baixando, ficamos muito preocupadas quando mandamos nossos filhos para escolinha de manhã, quando eles ficam brincando com os amiguinhos sem blusa, quando andam descalços etc.

Sabemos que criança gosta mesmo é de brincar e se divertir, apesar disso, precisamos ficar atentas para que elas não contraiam nenhuma doença ou infecção, comuns nessa época do ano.

Para que você previna o seu filho da maneira correta, separamos neste artigo as principais doenças infantis do outono, e também vamos explicar seus sintomas, modo de transmissão e como evitá-las. Acompanhe!

Gripe

A gripe ocorre quando os pulmões e as vias aéreas ficam infectadas. Ela é transmitida pelo contato com as pessoas que têm o vírus da doença: a influenza.

A princípio a criança sente fadiga, irritação na garganta, congestão nasal e uma tosse seca. Com o tempo os sintomas podem se agravar para dores no corpo e febre.

Como todas as crianças estão sujeitas a gripe, a melhor forma de prevenção é vaciná-las. Todos os anos, o governo libera as vacinas contra essa doença nos postos de saúde, basta você se dirigir até lá e solicitar a vacinação.

Pneumonia

A pneumonia consiste na infecção dos pulmões. Basicamente, ela é ocasionada pela penetração de vírus, fungos ou bactérias. É importante você saber que existem alguns fatores de risco que auxiliam na proliferação da doença, como as mudanças bruscas de temperatura, resfriados ou gripes que foram mal curados e o ar-condicionado, que deixa o ambiente muito seco, facilitando a infecção por bactérias ou vírus.

Os principais sintomas que precisamos estar atentas são febre alta, dificuldade para respirar, fraqueza, mal-estar, náuseas, vômitos e dor nas costas.

Para evitá-la é importante que as crianças mantenham uma boa higiene e tomem as vacinas oferecidas nos postos de saúde.

Asma

A asma é uma doença crônica, que ocorre quando as vias aéreas se inflamam. Os pulmões da pessoa asmática possuem brônquios mais sensíveis que os de uma pessoa saudável, fazendo com que ela reaja por qualquer sinal de irritação.

Seus principais sintomas são tosse, chiado no peito e deficiência respiratória — em geral, a respiração ofegante começa repentinamente, mas pode piorar quando a criança inspira o ar frio e também quando ela realiza exercícios físicos.

A asma não tem como ser prevenida porque ainda não se sabe a razão da inflamação dos brônquios, porém, o que pode ser feito é controlar as crises, fazendo testes para alergias, cuidando da higiene, consumindo vitamina D, evitando cheiros fortes e vacinando os pequenos contra a gripe.

Otite

Otite é uma doença causada pela infecção do ouvido médio, o qual se localiza atrás do tímpano, em um espaço cheio de ar. Com a infecção, ocorre o acúmulo de secreção, o que faz com que a criança sinta muita dor; quando essa dor ocorre em bebês, normalmente, eles puxam suas orelhas. Essa doença pode ser causada por bactérias ou vírus.

Algumas atitudes simples podem ajudar a prevenir a otite, como amamentar o bebê, lavar as mãos frequentemente e cuidar para que ele não pegue nenhuma gripe ou resfriado.

Amigdalites

A amigdalite consiste na inflamação das amígdalas, e pode ser causada por um vírus ou bactéria.

Se a criança começar a reclamar de dor na garganta, repare se as amígdalas não estão avermelhadas ou inchadas, se elas não têm placas amarelas ou brancas. Se o pequeno está com dificuldade para engolir, mau hálito, febre e dor de cabeça, esses são os principais sintomas da doença. Para prevenir é necessário lavar as mãos frequentemente e evitar dividir itens de uso pessoal.

As doenças infantis do outono “tiram o sono” de qualquer mãe, não é mesmo? Se pudéssemos, manteríamos nossos filhos dentro de uma bolha, para que eles não ficassem vulneráveis às doenças. Pois, sempre que um filho nosso adoece, pensamos assim: “queria estar no lugar dele”.

Tudo o que queremos é a saúde dos nossos pequenos, que eles façam bagunça, brinquem e se divirtam, afinal de contas, criança feliz é sinônimo de criança saudável!

Gostou das nossas dicas? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e compartilhe suas dúvidas e experiências!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading