Ganhe adesivos juninos em todos os pedidos acima de R$100! Aproveite ;-)

Meu filho não quer ir à escola. O que devo fazer?

Olá, mamães! Hoje vamos falar de uma época muito importante na vida dos pequenos: o período escolar. Algumas crianças contam as horas para ir ao colégio. Já outras se recusam e inventam desculpas para não voltarem à sala de aula. Se você está passando por isso e se pergunta “por que meu filho não quer ir à escola?”, este texto é para você!

Antes de tudo, tenha em mente que para entender a criança é de suma importância manter com ela uma comunicação aberta, cativante e honesta. Seu filho precisa sentir-se seguro para conversar com você e expor o que acontece. Contudo, se ainda assim não houver avanços, temos 4 dicas para você seguir em frente e descobrir a raiz do problema. Acompanhe!

1. Procure a escola e converse com os professores

Se após sentar e conversar com o seu filho ele não lhe contar nada que explique o porquê de ele rejeitar a escola, é hora de ir ao colégio. Ter um contato constante com as professoras que não apenas o ensinam como também fazem parte do crescimento dele é indispensável para que você esteja sempre inteirada do que se passa com a criança.

Por estarem com o pequeno durante boa parte da semana, as professoras podem perceber algo que muitas vezes os pais não identificam em casa, como algum conflito entre os alunos ou mesmo com outros educadores. Esse pode ser o pontapé inicial para você ajudar o seu filho a superar os medos dele.

2. Ajude a criança a se adaptar à nova escola

Os pais podem decidir mudar o filho de colégio por vários motivos, como mensalidade, transporte, grade curricular, etc. Mas quando essa mudança ocorre de forma abrupta, a criança pode não aceitar a nova escola, sentir falta dos coleguinhas aos quais já estava habituado e estranhar as novas professoras.

Isso o fará se comportar diferente, não querer sair de casa e prejudicar seu desempenho. Em situações assim, é importante mostrar ao seu filho que mudar não é algo ruim.

Tenha paciência com ele e o ajude a se adaptar à nova rotina. Uma sugestão extra é levá-lo com antecedência ao novo colégio para que ele se sinta mais confortável com o lugar e, descubra as atividades ali praticadas e, aos poucos, deixe de lado a insegurança.

3. Verifique se ele está com dificuldades para aprender

Às vezes, a criança não tem o desempenho esperado e não aprende no mesmo ritmo dos coleguinhas, o que o deixa frustrado por ver o amiguinho responder à pergunta que a professora fez ou tirar uma nota maior na prova.

Por isso, é importante perceber se o pequeno está realmente com alguma dificuldade e precisa de maior atenção na escola. Lembre-se que é fundamental respeitar os limites do seu filho. O aprendizado dele só tem a ganhar quando você e os professores dele se unem para ajudá-lo.

4. Certifique-se se o bullying não é o motivo de seu filho não querer ir à escola

Crianças não possuem muitos filtros na hora de falar, por isso costumam dizer o que vem à cabeça. Quando expostas a um lar onde preconceitos e situações de brigas são recorrentes, elas tendem a reproduzir isso, mesmo que de maneira inconsciente por achar essas atitudes naturais.

Caso repare que o seu filho mudou o comportamento, está tímido, o rendimento escolar caiu e não deseja mais voltar à escola, talvez ele esteja sendo vítima de bullying. Se houver suspeitas, converse imediatamente com ele.

Somente através do diálogo você poderá ajudá-lo, entendendo o que se passa com ele, o que as demais crianças estão fazendo e dizendo e como você, mamãe, poderá dar fim a isso.

Não se esqueça de envolver os professores e a coordenação pedagógica da escola para coibir casos assim, dar a assistência necessária ao seu filho e ajudar outras crianças que possam estar enfrentando situações similares.

Se antes “meu filho não quer ir à escola” era uma frase sua dita recorrentemente, agora verá que com as nossas dicas as dificuldades serão superadas e a criança voltará a ter interesse em participar do ambiente escolar.

Agora aproveite e conte pra gente nos comentários: como você ajuda seu filho a enfrentar problemas escolares?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading