Ganhe adesivos juninos em todos os pedidos acima de R$100! Aproveite ;-)

Como faço para organizar os brinquedos do meu filho?

Quem é mãe sabe: ter criança em casa é sinônimo de bagunça! No dia a dia fica quase impossível organizar os brinquedos de forma impecável, e toda mãe sente isso na pele. O problema acontece quando a desordem chega ao ponto extremo e passa a prejudicar a rotina de todos.

Os desafios da maternidade são muitos, e criar um esquema de organização junto ao seu filho pode facilitar a rotina da casa e diminuir o estresse. Isso sem falar nos benefícios da disciplina para o desenvolvimento das crianças.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 5 dicas incríveis para você organizar os brinquedos do seu filho. Confira!

1. Organize os brinquedos do seu filho por grupos

Não é necessário deixar todos os brinquedos disponíveis o tempo todo. As crianças enjoam fácil, e a grande oferta facilita a bagunça. A dica aqui é montar grupos respeitando alguns critérios, que vão variar de acordo com a idade do seu filho. Confira a seguir!

Brinquedos que a criança pode ter acesso o tempo todo

São aqueles itens que não trazem nenhum perigo ao serem manuseados sozinhos. Esse grupo pode ser colocado em caixas organizadoras, cestos, baús ou em partes mais baixas de prateleiras, ao alcance dos pequenos.

Separe as pelúcias dos demais brinquedos

Os ursinhos e demais bichinhos de pelúcia fazem a alegria de muitas crianças na hora de brincar. No entanto, esse tipo de brinquedo possui duas características um tanto quanto complicadas.

A primeira delas é que o material que compõe a superfície desse brinquedo é um ótimo abrigo para ácaros e demais microrganismos, que podem ser verdadeiros vilões para o sistema respiratório da criança.

Outra complicação dos bichos de pelúcia é quanto a sua organização. Eles não podem ser dobrados ou encaixados entre si, como outros brinquedos. Isso dificulta bastante na hora de guardá-los.

Para lidar com essas complicações, é preciso evitar que o bicho de pelúcia fique exposto ao ambiente externo o tempo inteiro.

Isso quer dizer que quando a criança terminar de brincar, ele deve ser guardado no armário. Assim como na hora da limpeza do quarto. As pelúcias devem estar longe de qualquer amostra de poeira, uma vez que podem hospedar essas partículas.

Já para armazená-los, é importante separá-los de outros brinquedos. Você pode providenciar uma caixa ou uma parte do armário somente para guardar os bichinhos de pelúcia. Assim, ficará mais fácil encontrar os bichinhos na hora que o seu filho quiser brincar.

Crie um espaço da leitura para os livros

Dentre os inúmeros brinquedos do seu filho, deve haver um livro. Afinal, para a criança um livro é só mais uma forma de diversão e, por isso, não é incomum que ele fique misturado aos outros brinquedos.

Mas para você consiga deixar o quarto organizado, é preciso separar os livros. Crie um espaço de leitura e acomode todos eles em um único lugar. Seu filho se sentirá mais estimulado a estudar e também aprenderá a ter senso de organização.

Separe uma mesinha ou canto para artes

Tinta guache, jogo de tabuleiro, pincéis, quebra-cabeça. Foi essa mistura toda que você encontrou no quarto do seu filho? Saiba que esse não é o melhor dos mundos. Os objetos de arte devem ser separados dos brinquedos convencionais. Até para evitar que tintas e demais pigmentos entrem em contato com os brinquedos mais frágeis, estragando-os ou sujando-os.

Para mudar esse quadro, instale uma mesinha ou canto de artes no quarto do seu filho. Explique para ele que nesse espaço estará tudo aquilo que ele precisa para soltar a imaginação por meio das cores. Isso vai ajudar na organização do quarto, fazendo com que criança concentre suas atividades em um lugar apropriado.

2. Fique atento aos itens que precisam de supervisão

Tesouras podem ser um perigo nas mãos das crianças menores. Por isso, é importante que elas sejam guardadas em lugares em que os pequenos não consigam acessar sozinhos. Dê preferência a caixas com tampas mais difíceis de abrir e use etiquetas para sinalizar o conteúdo. Assim, você não precisa abrir uma a uma para encontrar o que está procurando.

Nessa categoria podem entrar também aqueles jogos ou atividades que dependem da interação de um adulto ou de outra criança, no caso, irmãos ou coleguinhas.

Separe alguns poucos brinquedos por vez e faça um rodízio entre eles quando perceber que a criança perdeu o interesse. Isso ajuda a ter um menor número de itens espalhados pela casa, facilitando sua organização na hora em que a brincadeira acabar. Lembre-se de chamar o seu filho para ajudar a organizar tudo, assim ele construirá esse hábito aos poucos.

3. Limpe tudo antes de guardar

Não adianta organizar todos os brinquedos se eles estiverem sujos. É preciso manter a limpeza! Sendo assim, enquanto estiver separando os brinquedos para guardar, observe se não há alguma sujeira nele. Caso encontre, realize a limpeza imediatamente.

Porém, tome cuidado com produtos químicos! Algumas dessas substâncias podem se impregnar no brinquedo, que a criança pode levar à boca posteriormente. Por isso, o mais indicado é limpar os brinquedos do seu filho com vinagre. Ele é um bactericida natural e não é inflamável, ou seja, não oferece risco algum para os pequenos.

4. Incentive a criança a organizar os brinquedos

Sim, nossa próxima dica é fazer com que a própria criança participe da arrumação. É importante desenvolver desde cedo o senso de organização e disciplina, pois ele ajudará a criar adultos mais seguros e produtivos.

Incentive seu filho a recolher um grupo de brinquedos antes de pegar outro, por exemplo. Mesmo as crianças pequenas podem exercer algumas tarefas, como colocar os brinquedos dentro de um saco, juntar pequenas peças e colocá-las em uma caixa, desde que sejam supervisionadas por um adulto.

5. Não exagere nas cobranças

É preciso que as crianças se sintam motivadas a organizar suas coisas. Se as exigências forem além das suas capacidades de entendimento e coordenação, elas podem acabar se frustrando. Analise as habilidades do seu filho e vá aumentando a dificuldade da tarefa de acordo com seu progresso.

Evite dar instruções vagas como “arrume seus brinquedos, agora”. Prefira as frases mais diretas: “pegue o carrinho azul e coloque no cesto verde” ou “traga o urso para mim”. Isso facilita o entendimento da criança, ajuda a realizar o que foi pedido e aumenta a satisfação dos pequenos.

Mais que ensinar a criança a fazer, a chave aqui é dar o exemplo. Não adianta exigir que os brinquedos estejam em perfeita ordem se as suas coisas estão um caos, certo? Manter o guarda-roupa do seu filho organizado também é um ótimo modo de mostrar, na prática, como é que se faz!

Se você gostou das nossas dicas e quer conhecer alguns itens que podem ajudar ainda mais a organizar os brinquedos das crianças, entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading