Bolsinhas, Sacos, Estojos e Organizadores com 20% off! Até 23/06. Use o cupom amo20

Organização de brinquedos: dicas e ideias práticas

As crianças são cheias de energia e podem deixar o ambiente bem bagunçado.

A organização de brinquedos representa um grande desafio para mães e pais que querem manter a casa arrumada – mas sempre tropeçam em algum item infantil no meio do caminho.

No conteúdo de hoje, saiba quais são as melhores dicas para ter uma boa organização de brinquedos em sua casa e manter tudo sob controle colocando cada coisa em seu lugar.

Como deve ser a organização dos brinquedos?

Conforme mencionamos, a organização dos brinquedos deve ser planejada, pois só assim será possível determinar onde cada coisa vai ficar.

Desse modo, comece definindo espaços específicos dentro dos ambientes que tem disponível.

Estabeleça um espaço do brincar

Ainda que a casa seja pequena é importante definir um lugar para que as crianças possam brincar e espalhar os brinquedos.

O local pode ser um cantinho no quarto da criança ou na sala de estar. Mas, para quem tem uma casa maior pode ser até um cômodo inteiro.

Isso porque o mais importante é que a criança saiba que ali é o lugar da diversão, e que os brinquedos devem preferencialmente ficar espalhados naquele espaço.

Ah! E é importante que o lugar seja acessível e os brinquedos fiquem ao alcance das mãos dos pequenos – exceto aqueles que demandam supervisão de um adulto para uso.

Organização dos brinquedos no quarto

Mesmo que a criança tenha um espaço para brincar, é comum que o quarto seja adornado com objetos divertidos. Isso pode causar uma “bagunça visual” que incomoda os olhos, e até compromete o uso eficiente do espaço.

Porém, existem algumas formas de organizar que resolvem essa questão.

Selecione bem o que vai para o quarto

Se a criança já tem um espaço de brincar, então nem todos os objetos precisam ficar no quarto. Selecione apenas aqueles que são essenciais para permanecer nesse ambiente.

Nesse caso, o ideal é usar separadores e organizadores que permitam guardar tudo corretamente. Isso porque ao acondicionar os itens dentro deles, você preserva os brinquedos. Além disso, são bonitos e funcionais, ajudando até mesmo na composição da decoração.

O local certo para cada tipo de brinquedo

É interessante que no quarto e em qualquer local de livre acesso fiquem apenas aqueles brinquedos que são seguros para o uso sem supervisão. Portanto, brinquedos que não soltam peças, tinta e que não podem machucar ou causar nenhum acidente.

Já os itens que requerem supervisão devem ser organizados em locais que a criança não consiga acessar sozinha. Preferencialmente, utilize etiquetas de identificação para saber onde está cada coisa.

Organização por categorias

Uma ideia é fazer a organização de brinquedos por categoria. Separe, por exemplo, brinquedos de pano e pelúcia, madeira, jogos educativos, de montar etc.

Crie categorias que façam sentido para o seu filho e para você na hora de acessar os brinquedos. Nesse sentido, caixas transparentes facilitam isso, mas as etiquetas de identificação são sempre bem-vindas também.

Organizando peças de quebra-cabeças

Guardar peças e quebra-cabeças é um pouco mais complicado. Uma vez que a embalagem é aberta, muitas vezes ela se torna impossível de usar novamente. Nesse caso existem soluções bastante práticas.

Um porta-jogos mantém o brinquedo bem guardado e evita a perda de peças. Além disso, é uma embalagem elegante e divertida que compõe muito bem a decoração do quarto de uma criança.

Esse organizador ocupa apenas um pequeno espaço. Portanto, é possível utilizar vários deles para guardar cada quebra-cabeça, facilitando na hora de brincar.

Organizar em prateleiras, nichos ou caixas?

Eis a pergunta que não quer calar: devo usar prateleiras, nichos ou caixas? A resposta é: depende.

Depende não somente de seu gosto pessoal, mas também do tamanho do espaço que está disponível para a organização de brinquedos.

As prateleiras e nichos, por exemplo, ocupam menos espaço. Mas, deixam o espaço menos arrumado, já que os brinquedos ficam visíveis o tempo inteiro. Porém, são ótimas opções para miniaturas e brinquedos menores que podem ficar expostos.

Já as caixas podem ter diferentes formatos e tamanhos. Nelas você pode fazer a organização de brinquedos maiores e de dimensões variadas. As caixas transparentes são sempre as melhores opções.

De qualquer forma, usar os organizadores é essencial para manter nichos, prateleiras ou caixas mais arrumados. Além disso, eles aumentam a autonomia da criança, já que ela pode pegar o que precisa com mais facilidade a hora que quiser.

Como ensinar os filhos a serem mais organizados

Para muitos pais a grande luta está em desenvolver um perfil organizado nos filhos. Muitas crianças relutam na hora de arrumar os brinquedos e juntar a bagunça que espalhou na hora da diversão.

O que fazer nesse caso?

Invista no hábito

A organização é um hábito e por isso precisa ser praticada diariamente. Então, crie a rotina de organizar os brinquedos todos os dias após o momento de diversão, estimulando a criança a fazer isso também.

Explique por que organizar

Explique para o seu filho – sempre – porque é importante organizar as coisas. Um bom argumento é esclarecer que caso ele não guarde corretamente, terá mais dificuldade na hora de encontrar, e isso pode atrasar a brincadeira.

Crie dinâmicas divertidas para a hora da arrumação

Algumas crianças podem ser mais resistentes do que outras na hora de fazer a organização de brinquedos. Nesses casos é interessante criar dinâmicas divertidas, como músicas e gincanas de arrumação.

Você pode orientar a criança à guardar primeiros os itens de cor azul, depois os verdes e assim por diante.

Também é legal cantar uma música enquanto recolhe os brinquedos ou ainda fazer uma disputa saudável, onde você e a criança vão competir para ver quem guarda a maior quantidade de objetos.

Facilite a identificação

Para crianças que ainda não foram alfabetizadas pode ser mais fácil criar uma organização de brinquedos com identificação visual. Para isso, você pode usar etiquetas pintadas ou escritas com canetas de diferentes cores tanto nas caixas quanto nos organizadores.

Incentive a doação de brinquedos

De tempos em tempos vale a pena olhar com carinho para os brinquedos e selecionar o que parece ser excesso. Assim você pode incentivar as crianças a doarem os brinquedos que estão encostados.

Além de ser um gesto de amor e altruísmo, é o momento ideal para falar da importância de ajudar e respeitar o próximo. Também é uma forma de desafogar a casa quando a quantidade de brinquedos aumenta demais.

A organização de brinquedos é parte fundamental da rotina de famílias que têm crianças. Quanto mais cedo esse hábito for incentivado, maiores são as chances de os pequenos se tornarem adultos igualmente organizados. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading