Use o cupom: VINTE pra ganhar 20% de desconto !

Seu filho é uma criança muito agitada na escola? Veja como acalmá-lo

Oi, mamães! 

Toda criança passa por aquela fase de birras, dando aquele verdadeiro show para ter suas vontades atendidas. Pensando nisso, resolvemos dividir com vocês algumas dicas muito boas. São procedimentos referendados pela psicologia infantil e que podemos adotar com os filhos para acalmar um pouco a criança muito agitada.

Na verdade, o que a gente mais deseja é saber que o filho tem um comportamento razoável e que se relaciona bem com as pessoas de seu universo, não é mesmo?

Então, mamães, vamos falar para cada uma de vocês. Vamos percorrer essas dicas que serão uma boa ajuda num dos maiores desafios de uma mãe e, ao mesmo tempo, um dos mais maravilhosos: educar o seu filho.

Crie um vínculo afetivo com seu filho

Parece totalmente natural que já exista a afeição da mãe pelo filho. E é, mamãe!

Mas a dica é criar um vínculo afetivo mais dinâmico, de modo que a afeição que você sente se transforme em um instrumento e um canal de comunicação. Isso você constrói saindo do piloto automático do dia a dia atarefado e reservando o tempo certo para criar uma sintonia afetiva exclusiva.

Reserve, diariamente, um tempo para brincar com ele, para ouvi-lo e conversar com ele. Construa essa cumplicidade. Esse canal é imprescindível para lidar com crianças mais agitadas.

Estabeleça uma rotina

Construa uma rotina para seu filho ao longo dos dias, própria para sua idade. Por exemplo: acabou de comer, hora de escovar os dentes. Depois, gradativamente, vá conferindo a ele certa autonomia para que realize determinadas ações sozinho.

Rotina e autonomia reduzem a ansiedade que, por sua vez, acaba gerando esse típico comportamento da criança muito agitada.

Valorize o papel dele na família

É preciso dar à criança o conhecimento de seu próprio papel no seio da família e que isso lhe garante certa importância. Parte da desobediência da criança agitada é fruto de não conhecer o seu lugar.

Você pode, por exemplo, garantir-lhe um lugar à mesa de refeições da família e ouvi-lo quando estiverem num almoço. Aproveite, também, a festa de aniversário dele para destacar sua importância no núcleo familiar.

Seja clara nas suas colocações

Converse bastante com seu filho. Mantenha um diálogo sempre que a ocasião aparecer. Mas, quando tiver que dar uma ordem, olhe bem em seus olhos e seja muito clara, de modo que não haja dúvidas quanto ao que você determinou.

Faça o mesmo quando tiver que estabelecer limites: seja firme e educada em suas palavras, conseguindo assim a atenção e respeito de seu filho.

Discipline o seu filho com consequências

Ensine ao seu filho que existem coisas que ele tem que fazer e outras que ele não pode fazer. E que, para todas essas, não existe a opção de fazer diferente.

Ensine-o que, se ele não seguir essas premissas, haverá consequências. E efetive essas consequências impondo restrições, definindo horários, limitando as brincadeiras etc. (Essa hora dói, eu sei.)

Converse com as educadoras

Construa um diálogo positivo com a escola sobre as relações com seu filho e como você está tratando do comportamento agitado dele. Sejam parceiras nessa empreitada.

Eduque sem culpa

Você não só tem o direito de educar o seu filho, mas também a responsabilidade de fazê-lo. Não fique temerosa nem se sinta culpada por isso. Na verdade, a honra de vê-lo mais tarde uma pessoa valorosa e respeitada será sua.

No fim de todo esse processo, seu filho não será apenas uma criança melhor: ele estará preparado para ser uma pessoa melhor. Lembre-se (e lembre-o, também) de que há 7 bilhões de pessoas no mundo para serem amigas de seu filho, mas só você é a mãe dele.

E, então, mamães, essas dicas ajudaram a esclarecer um pouco mais a dura tarefa de educar uma criança muito agitada? Assine nossa newsletter e continue recebendo novas dicas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading