Ganhe adesivos juninos em todos os pedidos acima de R$100! Aproveite ;-)

Brincadeiras Divertidas para o Dia das Crianças

Vem chegando o dia 12 de outubro.

A data é marcada por celebrações religiosas e também pela celebração da infância. Para os pais existem ótimas brincadeiras divertidas para o Dia das Crianças que podem ajudar a distrair e interagir com os pequenos de maneira diferente do costume.

Ainda que muitas pessoas se preocupem com presentes caros e elaborado, essa é uma data que deve ser voltada principalmente para a criação de boas memórias.

E nesse sentido uma brincadeira divertida pode fazer toda a diferença para tornar a data mais especial e marcante.

Em tempos de rotinas corridas, as crianças valorizam muito quando os pais conseguem dedicar mais tempo a elas – sobretudo brincando!

O que fazer de interessante para o Dia das Crianças?

Atualmente, há muita tecnologia em brinquedos, telas e muitas opções de espaços destinados ao entretenimento infantil, nos shoppings principalmente.

Porém, reflita, isso não é mais novidade para as crianças de hoje em dia, e em ambientes cheios de lojas o apelo para compras é enorme.

Não é interessante atrelar o Dia das Crianças apenas ao ganho de presentes materiais.

Claro que cada família tem sua visão de mundo e assim desenvolve seu contexto de vida. Entretanto, é legal estar consciente de que o consumismo infantil é real e não é nada benéfico para as crianças.

Faça diferente, faça como antigamente

O passado pode não ter tanta modernidade, mas são tempos que tem um enorme valor. As crianças focavam em brincar e isso exigia apenas criatividade e mais pessoas. Ou seja, não era obrigatório ter um brinquedo.

Conforme dissemos no início, o brincar é primordial para o desenvolvimento das crianças.

Some a isso o fato de algumas brincadeiras divertidas serem bem mais baratas que os brinquedos comercializados. Pronto!

Temos a receita perfeita para economizar dinheiro e ganhar em afeto e alegria com seus filhos.

Muitas das sugestões que vamos oferecer aqui já devem ser conhecidas por você. Contudo, com o passar dos anos costumamos esquecer de como era divertido brincar de forma mais lúdica.

Confira agora:

Acampamento em família

Uma dica legal é montar um acampamento em família. E não se preocupe: você não precisa organizar uma viagem para isso. Dá para acampar na sua sala ou na varanda de casa se o tempo estiver bom.

Improvise uma barraca e organize lugares para dormirem todos juntos. Leve alguns livros de rápida leitura que rendam uma boa contação de histórias e a diversão será garantida.

Superando obstáculos

Já para crianças que gostam de brincadeiras mais ativas e precisam gastar energia, o corredor de obstáculos é uma boa ideia.

A brincadeira consiste em colar tiras de papel crepom coloridas esticadas de uma parede a outra do corredor.

As tiras devem estar em alturas variadas, de modo que o desafio seja passar por elas sem encostar em nenhuma.

Crie uma aventura em que a criança é um espião ou agente em uma super missão secreta e temos o cenário perfeito para a curtição em família.

Caça ao tesouro

Essa é uma atividade clássica que pode ser realizada com crianças de diferentes idades.

A caça ao tesouro consiste em esconder objetos pela casa e desafiar as crianças a encontrá-los. Para tornar o momento ainda mais divertido, simule que vocês são piratas em busca de um baú cheio de ouro.

Jogos e brincadeiras divertidas por idade

Sabemos que conforme crescem, as crianças mudam – e seus interesses também.

A idade influencia muito no tipo de atividade que deve escolher para o Dia das Crianças. Para lhe ajudar criamos um guia rápido com algumas sugestões considerando diferentes faixas etárias.

Brincadeiras divertidas de 3 a 5 anos

Crianças de 3 a 5 anos estão no auge do aprendizado e do desenvolvimento criativo.

Por isso é interessante pensar em brincadeiras que explorem bastante o lúdico, a criatividade, a fantasia.

Algumas sugestões são:

Teatro de fantoches

Você pode usar fantoches de verdade ou, se quiser economizar e não tiver os bonecos, usar meias de diferentes cores nas mãos.

Cada participante representa um ou dois personagens, e juntos com as crianças é possível criar uma aventura incrível usando seus elementos preferidos.

Morto-vivo

Uma brincadeira que atravessa gerações e vem divertindo crianças e adultos no decorrer dos anos.

Basta posicionar as crianças em pé em um espaço como a sala ou o quarto. O adulto comanda a brincadeira e, quando disser “morto”, as crianças devem se abaixar. Ao comando de “vivo” todos se levantam.

Pula-pula em casa

Pula-pula em casa é uma das brincadeiras divertidas perfeitas para gastar energia.

Basta levar colchão e almofadas todas para a sala. Distribua-os por todo o chão, escore alguns colchões no sofá de modo que pareça um escorregador e pronto: deixe as crianças se divertirem enquanto pulam, dão cambalhotas e se distraem.

Brincadeiras divertidas de 6 a 9 anos

De 6 a 9 anos já temos crianças em idade de alfabetização, o que permite explorar outros tipos de brincadeiras. Temos algumas sugestões incríveis que envolvem apenas o uso de um papel e uma caneta:

Stop

Sorteie uma letra do alfabeto. Agora, cada participante do jogo deve escrever palavras com a letra sorteada que correspondam a:

  • Nome próprio;
  • Animal;
  • Fruta;
  • Cor;
  • Comida;
  • Estado/ Cidade/ País.

Caso os participantes repitam a palavra entre si em alguma das categorias, somam 5 pontos. Quem escrever algo inédito ganha 10 pontos.

Forca

Outro jogo bem simples que pode ser feito inclusive em dias chuvosos, ou durante a noite. Em uma folha de papel em lousa desenhe traços que caibam uma palavra que você escolheu.

Agora, cada criança deve sugerir uma letra para tentar descobrir a palavra. Caso a letra exista nessa palavra, você deve escrevê-la no lugar certo.

Para cada letra que não existe na palavra desenhe a parte de um bonequinho na forca composto por cabeça, corpo, dois braços e duas pernas.

O desafio é que as crianças acertem a palavra antes de o boneco palito ser completado.

Cidade dorme

Cidade dorme é uma daquelas brincadeiras divertidas que imitam um jogo de vídeo game ou tabuleiro, mas acontece sem uso da tecnologia.

Um narrador é responsável por escrever em um papel a seguinte distribuição de personagens:

  • Aldeão (pelo menos 3 pessoas);
  • Lobisomem (apenas 1).

No jogo devem ter mais de 3 aldeões e apenas um lobisomem. Depois de escrever, distribua os papéis entre os jogadores. Cada um confere seu personagem e mantém a informação em segredo.

O narrador então conta a história dizendo que a noite caiu e a cidade dorme. Todos devem fechar os olhos. O narrador segue dizendo que a fera atacou a aldeia e ordena que somente o lobisomem abra os olhos.

A pessoa que pegou esse papel deve então despertar. O narrador pede para que o lobisomem aponte para um jogador que será sua primeira vítima. Esse jogador está eliminado do jogo, mas ainda não sabe.

Em seguida, amanhece e todos devem abrir os olhos com o comando “cidade acorda”. O narrador informa a todos quem foi a vítima e elimina esse jogador.

Os demais participantes devem fazer uma reunião e uma votação para acusar alguém de ser o lobisomem. A ideia é justamente descobrir quem está com esse papel conforme o jogo avança.

Cada participante tem o direito de se defender das acusações, contando que estava dormindo, tentando assim convencer os demais aldeões de que não é o lobisomem.

Brincadeiras divertidas de 10 a 13 anos:

Chegamos aos pré-adolescentes. Nessa fase as crianças querem ser desafiadas, gostam de mostrar que são espertas e inteligentes. Então, algumas sugestões interessantes de brincadeiras divertidas são:

Castelo de cartas

Use um baralho para criar um castelo de cartas. Cada participante da brincadeira deve adicionar duas cartas, uma escorada na outra, com muito cuidado para que não caia, formando uma torre.

Marco Polo

Mais uma atividade versátil que definitivamente serve para crianças de 10 a 13 anos. Um dos participantes deve ser vendado. Começa uma contagem de 30 segundos e todos devem se esconder pela casa.

Ao final, o participante vendado sai andando pela casa dizendo “Marco” em voz alta. Todos os escondidos respondem “Polo”. Assim, guiado apenas pela audição, o jogador deve tentar encontrar os colegas.

Use a imaginação nas brincadeiras divertidas

O Dia das Crianças existe para celebrar essa que é uma das fases mais gostosas da vida. Esse não é um dia para focar no apelo comercial – ou pelo menos, não deveria ser.

Na verdade, se trata de um momento para refletir sobre a importância de uma infância feliz e segura.

Pensando nisso, pais e responsáveis devem participar das brincadeiras divertidas para entreter e ajudar os filhos a se sentirem ainda mais acolhidos. E você não precisa gastar rios de dinheiro para isso!

Como uma última dica, nesta data especial, tente cozinhar com as crianças, ou mesmo fazer um piquenique ao ar livre com direito à toalha xadrez e cesta de pães.

Por fim, tenha em mente que muitas brincadeiras divertidas requerem apenas a boa vontade e disposição de todos para serem realizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading