Já identificou seu material escolar? Nós podemos te ajudar ;-)

Bruxismo infantil: causas, sintomas e tratamento

O bruxismo infantil é uma condição comum, mas muitas vezes subestimada, que afeta a saúde bucal e o bem-estar das crianças. Esta condição se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes de forma involuntária, principalmente durante o sono, embora possa ocorrer durante o dia também.

Compreender o bruxismo infantil é crucial para os pais e cuidadores, pois suas causas podem ser diversas, incluindo fatores físicos, emocionais e genéticos. Desse modo, a identificação precoce do problema é muito importante para prevenir complicações a longo prazo, como o desgaste excessivo dos dentes, dores faciais e distúrbios do sono.

Sendo assim, saiba mais sobre o assunto no conteúdo de hoje. Vamos juntas!

Bruxismo infantil: causas, sintomas e tratamento

Para começar, é interessante explicarmos que o termo em questão não possui qualquer relação com a prática de bruxaria. Sua etimologia está enraizada na língua grega, mais especificamente na palavra “brýkhmós”, cuja pronúncia se assemelha a “brucsismo”. Essa palavra, quando traduzida para o português, significa “ranger os dentes.”

Dito isso, o bruxismo infantil pode ser tido como um comportamento relativamente comum em crianças em idade escolar e pré-escolar. Mas, embora compartilhe algumas semelhanças com o bruxismo em adultos, há diferenças importantes a serem consideradas.

Bruxismo infantil versus bruxismo em adultos

Em adultos, o bruxismo está frequentemente associado ao estresse, ansiedade e tensões da vida diária. Por outro lado, o bruxismo infantil geralmente não é impulsionado por questões emocionais, as causas costumam ser físicas. Entretanto, não se pode ignorar que, embora menos frequente, as causas emocionais também existem.

Principais causas físicas

Um fator comum que contribui para o bruxismo infantil é o desenvolvimento da dentição. À medida que os dentes de leite das crianças começam a surgir, elas podem experimentar desconforto e coceira nas gengivas. O ato de ranger ou apertar os dentes pode ser uma forma instintiva de aliviar esse desconforto.

Além disso, o bruxismo infantil pode estar relacionado ao desalinhamento dos dentes ou a problemas respiratórios, como a apneia do sono. 

Sendo assim, os pequenos que têm dificuldade em respirar adequadamente durante o sono podem instintivamente ranger os dentes como uma tentativa de abrir suas vias respiratórias. Mas, é importante dizer que isso pode ser uma resposta natural do corpo para obter mais oxigênio.

Fatores genéticos também podem desempenhar um papel importante no bruxismo infantil. Se um dos pais ou outros membros da família teve bruxismo em sua infância, existe uma probabilidade aumentada de que a criança também possa desenvolver esse comportamento.

Causas emocionais do bruxismo infantil

Além das questões físicas que são as mais comuns, o bruxismo infantil pode ser influenciado por fatores emocionais. No entanto, essas causas emocionais são mais frequentemente observadas em crianças mais velhas, que têm a capacidade de expressar suas preocupações e ansiedades de maneira mais direta.

Contudo, é essencial destacar que, em muitos casos, o bruxismo infantil não tem uma causa única e clara. Pode ser uma combinação de fatores físicos, emocionais e genéticos. Portanto, é essencial não apenas tratar os sintomas, mas também procurar causas subjacentes. 

Sintomas e diagnóstico

Alguns dos sintomas mais comuns do bruxismo em crianças incluem:

Ranger ou apertar dos dentes: Esse é o sintoma mais óbvio e característico do bruxismo. Os pais podem notar o som de ranger dos dentes, especialmente quando a criança está dormindo.

Dor de cabeça: O bruxismo pode causar dores de cabeça, principalmente pela tensão exercida na mandíbula e músculos faciais durante o ranger dos dentes.

Dor na mandíbula: A criança pode reclamar de dor ou sensibilidade na mandíbula ao mastigar, ou ao abrir a boca amplamente.

Desgaste dentário: O bruxismo pode levar ao desgaste anormal dos dentes, o que pode ser detectado em exames dentários regulares.

Problemas de sono: O bruxismo geralmente ocorre durante o sono, o que pode resultar em problemas de sono, como insônia ou despertares frequentes.

Irritabilidade: Crianças com bruxismo podem ficar irritadas ou de mau-humor devido à falta de sono reparador.

Mudanças nos hábitos alimentares: A dor na mandíbula causada pelo bruxismo pode levar a mudanças nos hábitos alimentares da criança, como, por exemplo, evitar alimentos mais duros alegando desconforto.

Os pais devem relatar todos os sintomas que observaram em seus filhos, mesmo que pareçam menores. Isso ajudará o profissional de saúde a obter um quadro completo da condição da criança e a desenvolver um plano de tratamento personalizado.

Tratamento do bruxismo infantil

O tratamento e o manejo do bruxismo infantil podem ser multifacetados, uma vez que muitos fatores podem contribuir para essa condição. Desse modo, é essencial abordar tanto os sintomas quanto as possíveis causas subjacentes para garantir um plano de tratamento realmente eficaz.

O uso de placas oclusais, também conhecidas como placas de mordida, pode ser uma boa estratégia para o tratamento do bruxismo infantil. Essas placas são dispositivos personalizados colocados na boquinha da criança durante a noite e sua função é ajudar a proteger os dentes contra o desgaste causado pelo ranger e podem aliviar também a dor na mandíbula.

Os pais e cuidadores também podem adotar algumas medidas práticas para ajudar as crianças a lidarem com o problema. Por exemplo, evitar alimentos ou bebidas ricos em cafeína antes de dormir, já que a cafeína pode aumentar a atividade muscular. 

Além disso, é importante evitar a exposição demasiada a estímulos intensos, como videogames ou filmes violentos, horas antes da criança ir para cama. 

Em resumo, o tratamento e o manejo do bruxismo infantil envolvem uma abordagem holística que considera principalmente o conjunto de sintomas que cada criança apresenta. Contudo, o mais importante é que há possibilidade de tratamento e a detecção precoce do problema é de suma importância para que os resultados sejam eficientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading