Bolsinhas, Sacos, Estojos e Organizadores com 20% off! Até 23/06. Use o cupom amo20

Capoeira infantil: benefícios além do corpo em movimento

Os movimentos acrobáticos, juntamente com o gingado do corpo feito ao som do berimbau e das palmas, fazem da capoeira uma ótima alternativa de exercício não apenas para crianças, mas também para adolescentes e adultos.

Ela teve origem nos tempos da escravidão e foi praticamente moldada nas áreas de mata rasa, onde os fugitivos buscavam por liberdade. 

Proibida até 1937 sob pena prevista no código penal da época, a capoeira provou seu valor, sendo finalmente reconhecida como símbolo da identidade brasileira. Inclusive, em 2014, a prática obteve o status de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco. Bacana isso, não é mesmo?

Sendo assim, compreendida essa breve explicação histórica, vamos saber mais sobre os benefícios que a capoeira infantil pode trazer para as crianças atualmente em diversos aspectos. Confira agora.

Capoeira infantil e o ensino sobre o valor da defesa

A capoeira infantil foca na arte da defesa. Embora envolva também o ensino de golpes de ataque, o objetivo é sempre mostrar como se defender.

Isso, por si só, já difere a prática de outras formas de luta. Assim, é perfeitamente aceitável dizer que a capoeira promove uma abordagem menos agressiva em comparação com outros tipos de artes marciais.

Auxílio no desenvolvimento físico

A prática da capoeira infantil, com sua ginga e movimentos das pernas, contribui significativamente para o desenvolvimento físico das crianças. Desse modo, se torna uma oportunidade para ganhar condicionamento físico desde tenra idade.

Além disso, os movimentos mesclam de forma única uma série de elementos que só contribuem para o bem-estar, por exemplo: música, dança, exercício de força e flexibilidade, além do aprendizado em grupo.

É uma atividade que utiliza praticamente todos os grupos musculares na execução dos seus movimentos, aumentando o condicionamento cardiovascular e musculoesquelético. Logo, quem pratica capoeira se torna muito mais condicionado fisicamente. 

Capoeira infantil e o controle emocional

Conforme dissemos, a prática é baseada na defesa. Desse modo, a capoeira infantil auxilia também no desenvolvimento do controle emocional

Isso porque, as crianças aprendem a gerenciar e canalizar melhor emoções como a raiva, promovendo uma atitude mais equilibrada não apenas durante a prática, mas fora dela em outras áreas de suas vidas.

Além disso, trabalha o aprendizado de valores importantes como disciplina, foco, respeito, união e companheirismo.

Alívio do estresse

Mesmo as crianças pequenas podem lidar com estresse de diferentes origens, e a capoeira infantil, assim como outras atividades físicas, oferece uma maneira divertida e eficaz de aliviar essa tensão.

A prática regular proporciona um meio eficaz para que as crianças liberem tensões, resultando em uma atividade, de certo modo, relaxante. 

Dessa forma, pode ser inclusa em dias em que seu filho tenha demandas que exijam mais dele, equilibrando assim a rotina diária.

Coordenação motora aprimorada com a capoeira infantil

A capoeira, que envolve movimentos amplos e coordenados, aprimora substancialmente a consciência corporal e contribui para o desenvolvimento de uma coordenação motora aprimorada para as crianças. 

Isso porque a prática demanda sincronizar o som de um berimbau, cantos e palmas, enquanto os movimentos rítmicos, que simulam ataque e defesa, são feitos como em uma dança.

E vale dizer que, uma vez adquirida a habilidade de coordenação motora mais avançada, ela pode ser facilmente transferida para outras práticas esportivas, melhorando o desempenho da criança em outras atividades físicas.

Melhor idade para começar a capoeira na infância

Surpreendentemente, a capoeira pode ser praticada por crianças a partir de 2 anos. Sua abordagem para os pequenininhos se inicia de maneira lúdica, por meio de brincadeiras.

Assim, mesmo crianças bem pequenas conseguem praticar os exercícios, uma vez que eles sejam adaptados e acompanhados pelo Mestre, que é o professor de capoeira.

Depois, à medida que a criança cresce e se desenvolve como praticante, os movimentos também evoluem e são melhor direcionados para execuções mais elaboradas.

Além do benefício físico

Mas, vale lembrar que a capoeira infantil vai além do corpo em movimento, pois como já vimos, alia a prática esportiva a uma história permeada por cultura e tradição.

Isso também contribui para elevar o nível de conhecimento dos alunos, pois durante as aulas, muito da história da cultura brasileira é abordada em uma linguagem acessível para as crianças.

Desse modo, podemos dizer que a prática da capoeira infantil auxilia também na construção de uma relação positiva com o corpo e, principalmente, com as raízes culturais do nosso país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading