was successfully added to your cart.

Confira 6 dicas para acostumar o seu filho a dormir sozinho

Acostumar o filho a dormir sozinho é uma tarefa que deve começar a ser exercitada bem cedo. Com apenas 6 meses, o bebê já pode dormir no berço, em seu próprio quarto, se os pais preferirem.

Mas, se você já deixou passar essa oportunidade de ensiná-lo novinho, não se desespere. O trabalho agora será de reverter a situação. Esse é mais um desafio para os pais, mas você terá uma mãozinha: as nossas dicas, especialmente pensadas para facilitar um pouco a vida das mamães e dos papais. Veja quais são:

1. Defina regras que serão cumpridas por todos

Algumas regras deverão ser definidas e assumidas por todos da casa, viu?

  • Defina um horário para a criança dormir;
  • Nesse horário, encerram-se as atividades mais agitadas (apagam-se algumas luzes, diminuem-se os ruídos etc.);
  • Um pouco antes desse horário, inicie uma rotina: colocar o pijama, arrumar a cama, dar boa noite, separar um livro etc.
  • Nesse horário, a criança irá para sua cama;
  • Essa rotina deverá ser adotada todos os dias, por todos da casa, sem exceções.

Quando se sentir tentada a pular uma das etapas, lembre-se de que é a educação de seu filho e a sua paz que estão em jogo.

2. Converse com seu filho sobre as regras

Explique para ele o que são regras e para que servem. Explique que todos na família têm regras e, então, exemplifique.

Ouça os seus argumentos. Se ele apresentar alguma dificuldade para ficar sozinho, como medo do escuro, converse com ele e veja como você pode ajudá-lo a gradativamente a vencer esses medos.

3. Leia um livro ou conte histórias para seu filho

A hora de dormir deve ser prazerosa para a criança. Acostumar o filho a dormir sozinho não deve ser traumático (nem para você, nem para ele). Seja firme, mas demonstre carinho e proteção.

Leia para ele ou conte uma história. Se não tiver bons livros, invente uma até adquirir uma pequena biblioteca para seu filho. Valorize esses momentos incentivando a leitura. O papai também pode dar uma mãozinha contando histórias — alguns papais são muito engraçados nessa hora.

Durante o dia, converse com seu filho sobre a história da noite passada e sobre livros em geral. Criar expectativas para a noite é uma estratégia interessante que costuma apresentar bons resultados.

4. Se houver resistência, leve a criança de volta para a cama

Lembre-se: vocês definiram regras e elas deverão ser seguidas. Com carinho e paciência (às vezes será necessária muita paciência!) reconduza a criança quantas vezes ela sair da cama. Educar dá trabalho, mas a boa notícia é que será por poucos dias, pois as crianças aprendem rápido quando seguem uma rotina.

5. Abra exceções (sem inventar) se a criança pedir

Ela pedirá! Uma vez ou outra, se a criança pedir para dormir junto com vocês, não deixem de atendê-la (se for apenas uma vez ou outra!). É hora do papai entrar em ação dividindo com a mamãe a concordância.

Mas deixem bem claro que existe uma regra e que, naquele caso, vocês estão apenas atendendo a um pedido eventual dela. Dessa maneira, a criança confiará ainda mais em vocês.

6. Mantenha uma luz noturna no quarto

Um abajur infantil, com uma lâmpada fraquinha apenas para quebrar a escuridão caso a criança acorde durante a noite, costuma ser suficiente.

Essa iluminação é especialmente importante para casos em que a criança demonstra ter medo do escuro. Ver o ambiente fará com que ela se sinta mais segura, facilitando o processo de fazê-la dormir sozinha.

Com essas dicas, acostumar o filho a dormir sozinho se tornará uma tarefa bem mais fácil. Seja construindo ou reforçando uma relação de confiança com seu filho, você irá auxiliá-lo a vencer seus medos, a cumprir regras e a assumir o seu espaço.

Essas dicas foram úteis para você? Para ficar por dentro do assunto e continuar recebendo dicas, visite nossa página no Facebook, no Instagram e no Pinterest!

Deixe um Comentário