Dicas para escolher o pediatra do seu filho

O pediatra é um médico especializado no cuidado da saúde de crianças, desde o nascimento até a adolescência. 

É esse profissional que tem conhecimento específico sobre o desenvolvimento infantil, doenças comuns próprias dessa fase e as melhores práticas para manter seus filhos saudáveis.

Portanto, se você tem a preocupação de escolher o pediatra com cuidado, saiba que está certíssima. Realmente se trata de alguém importante, uma vez que vai passar muito tempo acompanhando seu filho. 

Depois, quando ele entrar na adolescência, quem deve fazer o acompanhamento é um hebiatra e, inclusive, nós temos aqui no blog um artigo falando sobre isso também. Leia-o posteriormente para saber mais, combinado?

Dicas para escolher o pediatra ideal

Basicamente você deve se atentar aos seguintes pontos:

  • Proximidade e acessibilidade

Escolher um pediatra com um consultório próximo à sua residência é um fator importante para garantir a conveniência das visitas que podem precisar ser frequentes ou urgentes.

Desse modo, a proximidade se torna especialmente relevante em emergências, onde o tempo é um fator essencial, mas também em visitas de rotina, proporcionando maior comodidade. 

Além disso, um local próximo minimiza o impacto de deslocamentos prolongados e cansativos, permitindo que os pais dediquem mais tempo ao bem-estar da criança.

  • Recomendações e referências

Buscar recomendações de amigos, familiares e colegas é uma abordagem valiosa na escolha do pediatra do seu filho. 

As experiências positivas compartilhadas por pessoas próximas oferecem insights reais sobre a qualidade do atendimento. 

Recomendações confiáveis podem destacar não apenas a competência médica, mas também aspectos como a empatia, paciência e a capacidade de construir uma relação sólida com a criança e os pais.

  • Qualificações e certificações

Nesse aspecto, um dos pontos mais importantes é assegurar-se de que o pediatra seja licenciado e possua experiência sólida em cuidados pediátricos. 

Avalie seu histórico educacional, certificações adicionais e participação em cursos de atualização, pois isso reflete seu compromisso com a excelência e a atualização constante.

  • Compatibilidade 

A compatibilidade de personalidade entre os pais e o pediatra é uma consideração fundamental. 

Não negligencie ou diminua a importância disso, pois uma boa comunicação e entendimento mútuo contribuem significativamente para estabelecer uma parceria eficaz. 

É realmente essencial que os pais se sintam à vontade para expressar preocupações, fazer perguntas sem se sentirem intimidados, pois só assim poderão ser orientados e capacitados para executar um plano de cuidados com assertividade.

  • Disponibilidade 

A disponibilidade do pediatra para comunicação, seja por telefone, e-mail ou mesmo para consultas rápidas, cria um ambiente propício para a construção de uma relação de confiança.

Sendo assim, busque escolher um pediatra que tenha essa flexibilidade no atendimento, sobretudo se você é mãe ou pai de primeira viagem.

  • Interação com a criança

Observar como o pediatra interage com a criança é vital para estabelecer uma relação positiva e construtiva. 

Nesse contexto, observe se o profissional adota uma abordagem amigável, paciente e envolvente, que contribui não apenas para o conforto da criança durante as consultas, mas também para a construção de uma relação de confiança a longo prazo.

Por exemplo, uma criança costuma se sentir mais à vontade com o pediatra que faz uso de brincadeiras e linguagem simples ao conversar com ela. 

Isso não é uma regra, apenas um exemplo, mas o comportamento do médico tende a ser crucial para que a criança confie nele.

  • Aceitação de segunda opinião

Encontrar um pediatra que valorize a busca por segundas opiniões demonstra uma postura colaborativa em prol do bem-estar da criança. 

A aceitação e incentivo à obtenção de avaliações adicionais quando necessário refletem o compromisso do médico em oferecer os cuidados mais abrangentes e qualificados possíveis para o seu filho.

Afinal, podem existir situações em que um especialista terá maiores condições de auxiliar e atuar em conjunto com o próprio pediatra na busca da saúde e bom desenvolvimento da criança, concorda?

Como saber se escolhi o melhor pediatra?

Por fim, mas não menos importante, lembramos que a escolha do pediatra é uma decisão pessoal e única para cada família. 

Afinal, como sempre falamos por aqui, cada criança é única, e encontrar um profissional que compreende essas nuances é crucial para tudo dar certo no longo prazo. 

Dessa forma, como pais, considerem também aquele “feeling parental” que nasce com o título de pai ou mãe. É aquela intuição única que por vezes coopera para as decisões importantes que tomamos em nossa vida.

Esperamos que as dicas que deixamos aqui contribuam para poderem fazer a melhor escolha do pediatra para o seu filho, e que esse profissional também esteja alinhado com os valores e dinâmica da sua família.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading