Bolsinhas, Sacos, Estojos e Organizadores com 20% off! Até 23/06. Use o cupom amo20

Como ajudar seu filho a desenvolver habilidades socioemocionais

Criar um filho é uma jornada cheia de desafios e descobertas, e uma das grandes responsabilidades dos pais da atualidade é ajudá-los a desenvolver habilidades socioemocionais. Afinal, o sucesso no decorrer da vida também diz respeito à capacidade de lidar com as emoções, se comunicar bem e trabalhar em equipe.

Começando na primeira infância e indo até a adolescência, há oportunidades para praticar habilidades como empatia, resiliência, autocontrole e tomada de decisões. Isso é possível por meio de brincadeiras que incentivam a cooperação, e também através de conversas significativas que promovam reflexão e a autodisciplina.

Mas, como fazer isso assertivamente? Neste artigo, exploraremos algumas dicas e estratégias práticas para que os pais possam aplicar no dia a dia com seus filhos.

Produtos recomendados

Como ajudar seu filho a desenvolver habilidades socioemocionais 

As habilidades socioemocionais são um conjunto de aptidões que envolvem ter inteligência emocional, empatia e comunicação eficaz. Por meio delas, as pessoas devem ser capazes de resolver problemas mais assertivamente.

Dessa forma, desenvolver essas habilidades desde cedo é fundamental para o sucesso escolar, social, familiar – e até mesmo profissional – de uma criança. Mas como podemos ajudar nossos filhos a desenvolver essas habilidades tão importantes?

Não existe uma fórmula mágica, mas existem, sim, algumas maneiras de estimular o crescimento socioemocional de nossos filhos em casa – e é sobre isso que falaremos agora.

Habilidades socioemocionais fora do ambiente escolar

Habilidades socioemocionais tem a ver com convívio e interação com outras pessoas além do lar. Em tempos onde as redes sociais sugerem que as crianças socializem à distância, as atividades extracurriculares acabam ganhando pontos a favor para que os pequenos ampliem as interações presenciais.

Sendo assim, se o seu filho gosta de esportes, teatro e/ou música, é uma boa alternativa investir nessas atividades para ajudar seu filho a desenvolver habilidades socioemocionais. As vantagens são muitas, porque essas interações envolvem:

  • Trabalho em equipe;
  • Comunicação eficaz;
  • Negociação e troca;
  • Respeito e empatia;
  • Liderança e hierarquia.

Além disso, seu filho pode fazer amizades consistentes, desenvolvendo relacionamentos saudáveis ​​fora da sala de aula. Ademais, a criança terá a oportunidade de trabalhar em suas habilidades socioemocionais de maneira divertida e interativa.

Ajude seu filho a entender suas próprias emoções 

Falar com as crianças sobre suas emoções é um passo importante para ajudá-las a desenvolver suas habilidades socioemocionais. Desse modo, incentive seu filho a expressar seus sentimentos e oriente-o na identificação e forma de lidar com suas emoções.

Isso é especialmente importante no contexto escolar, pois é muito comum que as crianças apresentem alguns comportamentos que pais e professores considerem inadequados, mas se limitam apenas em corrigir as posturas sem se aprofundar no assunto.

Esse é o caso de quando uma criança morde ou bate no coleguinha, e como resposta dos adultos recebe: “você não deve agir assim, porque é feio e não se resolve as coisas com agressão”. E, não há nada de errado com essa orientação, porém, é preciso ir além, entendendo por que a criança reagiu de tal maneira.

Isso porque os pequenos não têm recursos emocionais suficientes para elaborar respostas assertivas, e acabam fazendo aquilo que são capazes para a pouca maturidade que possuem. Geralmente, as crianças reagem agressivamente quando:

  •  Desejam atenção;
  • Querem se proteger por se sentirem ameaçadas;
  • Se sentem cansadas e irritadiças;
  • Querem testar limites;
  • Simplesmente reproduzem o que observam nos adultos;
  • Não sabem ao certo como agir ou reagir.

Sendo assim, quando perceber que seu filho tem algum comportamento que indique problemas, entenda o contexto, pergunte como ele se sentiu na situação em questão e ajude-o a entender suas emoções.

Mostre possibilidades de soluções mais assertivas para o problema de acordo com a idade. Assim, fica mais simples explicar por que a criança não deve fazer algo e orientá-la sobre como deve agir em outras situações parecidas.

Incentive seu filho a resolver problemas

A capacidade de resolver problemas é uma habilidade essencial e seu filho precisa aprender o quanto antes para que se torne um adulto bem-sucedido.

Sendo assim, ensine-o como identificar problemas e encontrar soluções para eles, lembrando que a comunicação eficaz com outras pessoas poderá fazer parte da resolução.

Para começar, oriente a criança para resolver problemas pequenos, como encontrar uma forma de organizar seus brinquedos, e depois ajude-a na aplicação do mesmo conceito em problemas diferentes.

Ensine sobre empatia e como demonstrá-la

A empatia é a capacidade de entender os sentimentos dos outros, tentando ver as coisas na mesma perspectiva de outra pessoa – colocando-se no lugar de alguém. Dessa forma, é algo importante para todas as crianças aprenderem para se tornarem adultos socialmente responsáveis.

No dia a dia, existem muitas oportunidades para ensinar seu filho a ser empático com os demais. Isso porque, existem muitas situações corriqueiras onde as pessoas se veem diante de problemas que merecem compreensão. 

Pode ser um amigo com dificuldade em determinada matéria ou que não se sai tão bem em algum esporte, por exemplo. O mais importante é que seu filho demonstre empatia quando ver alguém em dificuldades, oferecendo de bom grado ajuda e apoio.

Fale com os professores sobre habilidades socioemocionais

É uma boa decisão ampliar a comunicação sobre o assunto com os professores e a equipe escolar, pois isso pode ajudá-lo a entender melhor se o seu filho demonstra ter habilidades socioemocionais nas situações de rotina escolar.

Isso porque, crianças, com um bom desenvolvimento socioemocional, tendem a melhorar a capacidade de solucionar questões, demonstrando mais autocontrole e escolhendo relacionamentos interpessoais saudáveis.

Por outro lado, a falta de habilidades socioemocionais podem levar crianças – e principalmente adultos – a problemas de saúde mental, como ansiedade e depressão.

Além disso, os professores também podem desempenhar um papel importante no desenvolvimento socioemocional dos alunos, ao incentivá-los a se expressar e trabalhar em equipe, bem como ensiná-los habilidades de resolução de conflitos e comunicação eficaz.

Normalize conversar sobre sentimentos e emoções em casa

Para ajudar as crianças a desenvolverem não apenas habilidades socioemocionais, mas também o hábito de conversar sobre quaisquer emoções ou sentimentos, é importante criar um ambiente seguro e acolhedor. Isso porque só assim os pequenos poderão se sentir à vontade para se expressar como se sentem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading