was successfully added to your cart.

Lidando com birras e entendendo melhor o comportamento das crianças de 3 anos

Gritos, pontapés, agitação com os braços, choro constante. Esses são alguns mecanismos dramáticos utilizados pelas crianças durante um momento de birra. Isso deixa os pais bastante preocupados sobre como agir. Seria melhor ceder às birras ou entender o que está por trás desse comportamento das crianças?

Definitivamente, compreender é o melhor caminho. Geralmente, a fase das birras se torna frequente quando a criança chega aos 3 anos de idade. Essa fase é marcada por mudanças comportamentais nas quais a birra é uma forma de comunicação.

Quer saber mais? Acompanhe este texto e conheça algumas informações sobre a birra. Descubra o que realmente deve e não deve ser feito.

1. O que significa a birra?

A birra, em geral, é mal compreendida pelos pais justamente porque é usada pelas crianças em diferentes fases da vida. Por exemplo, crianças com até 2 anos de idade utilizam a birra para comunicar que algo não vai bem. É uma maneira que elas têm de dizer que estão com fome, que precisam trocar a fralda ou que têm prisão de ventre.

Já nas crianças com 3 anos, os ataques de birra têm sentido diferente. Nessa idade, elas começam a ter maior autonomia, desejos mais definidos e, geralmente, desafiam os pais por meio da desobediência. A birra da criança vem como uma maneira de manipular os pais para que eles cumpram as vontades dela.

Nesse sentido, é preciso começar a disciplinar a criança. Se nada for feito, há grande possibilidade de ela se tornar uma pessoa mimada, chantagista e extremamente dependente de seus pais.

2. O que não fazer em momentos de birra?

Com os choros, gritos e toda aquele arsenal de irritações que a birra possui, os pais costumam ter um comportamento equivocado para lidar com isso. Muitas vezes, eles acabam cedendo às birras ou, por outro lado, tomam uma postura violenta com a criança.

Ao ceder, os pais vão passar a mensagem para a criança de que a birra é algo que realmente funciona. Com isso, ela vai dar continuidade ao ciclo de aprovação da birra. Toda vez que quiser alguma coisa, ela sabe que basta fazer uma birra e tudo estará resolvido.

Outro comportamento ineficaz de lidar com as birras é a violência. Os pais, às vezes, ficam estressados e nervosos com a atitude irritante da criança e acabam dando-lhe beliscões e palmadas. A violência vai deixar a criança amedrontada, enfraquecendo os laços afetivos e mais do que tudo: não resolve o problema.

3. Como lidar com a birra?

A principal maneira de lidar com a birra é por meio da conversa. É preciso explicar à criança por que determinada coisa não pode ser feita. Aos 3 anos, ela começa a desenvolver a fala e logo vai se comunicar com você. Por isso, é importante incentivar o diálogo.

Em muitos casos, ignorar a birra pode dar efeito. Ela vai perceber que sua atitude não chama a atenção. No entanto, mesmo indiferentes à birra, os pais devem conversar com a criança.

Essas foram algumas informações importantes sobre o comportamento de crianças de 3 anos. Conhecendo um pouco mais o que o seu filho sente, você consegue afastar dele atitudes desonestas, tal como a mentira. Esteja sempre disponível a bater um papo com o seu filho e conquiste a confiança dele.

Gostou dessas informações? Fique por dentro de outros assuntos curtindo a nossa página no Facebook!

Deixe um Comentário