was successfully added to your cart.

Descubra o poder do reforço positivo na educação

Olá, mamães! Vocês já devem ter ouvido falar que a infância é uma fase muito delicada e importante para o desenvolvimento do ser humano. Por isso, nessa etapa, é interessante que seu filho seja acompanhado, orientado e condicionado em sua aprendizagem e comportamento.

Para que as crianças possam aprender novas lições e responder bem às que já sabem, educação e família precisam se unir e caminhar juntas em busca da melhor maneira de alcançar esse objetivo.

Neste post, mostraremos um método bacana e relevante a ser utilizado durante esse período: o reforço positivo na educação. Por meio dele, as crianças são estimuladas a terem bons desempenhos e são motivadas — com o oferecimento de bonificações — a cumprirem as tarefas solicitadas, o que proporcionará resultados muito melhores na escola e em casa.

Por ser uma excelente opção usada na educação infantil, preparamos este post especialmente para informá-la mais sobre o assunto. Ficou interessada? Então, continue a leitura!

O que é o reforço positivo na educação?

O reforço positivo veio da psicologia e objetiva direcionar o comportamento dos pequenos. Ele acontece quando bons desempenhos são alcançados — conforme as expectativas dos professores ou pais — e, no intuito de estimulá-los, são usados incentivos favoráveis e motivacionais pelas ações que foram bem cumpridas.

Perceba que esse reforço funciona como uma bonificação aos comportamentos desejados. Ele visa a permanência deles e permite que a criança consiga entender melhor quando acerta ou erra.

Vale destacar que as recompensas são apenas para os bons resultados, mas é fundamental ter um olhar sensível para perceber as tentativas do seu filho em relação ao que foi solicitado a ele.

Além disso, é preciso cautela para não desmotivá-lo, de forma que se perca o sentido da utilização do método. A paciência também é muito importante! Portanto, mantenha-se firme caso os resultados não sejam imediatos. Aos pouquinhos eles entenderão tudo que foi passado.

Qual é a sua importância?

O uso do reforço positivo na educação é essencial para que a criança possa perceber melhor suas perdas e ganhos, bem como para estimular suas ações. Essa metodologia na Educação Infantil visa contribuir para as lições e ações, de maneira que a criança seja direcionada ao melhor desenvolvimento.

Esses reforços não podem acontecer somente de forma mecânica, ou seja, usar e nada fazer a respeito do que foi usado. É interessante que os pais estejam sempre presentes durante todo o processo. A criança precisa compreender os motivos da recompensa e que não será premiada se não fizer tudo certinho, conforme foi pedido. Com isso, ela lembrará toda vez que fizer algo que não é bom.

Por exemplo: se uma criança se comportou mal, os reforços positivos não devem ser utilizados. No entanto, deve haver uma explicação muito clara a respeito do assunto, que deve ser dita na linguagem dos pequenos, expondo por que aquilo é ruim.

A criança precisa entender, por exemplo, que não deve bater no coleguinha, pois isso o deixa triste e machucado, e que por isso não terá a recompensa naquele dia. Nesse caso, os reforços positivos podem ser mostrados como condicionantes que a estimulam a realizar o que é correto.

Como ele funciona?

O reforço positivo na Educação Infantil acontece sempre moldando o comportamento, enfatiza sempre coisas boas e visa o melhor às crianças. Outro fator importante é a facilidade na comunicação e o ensinamento de valores, que podem ser passados muitas vezes de forma lúdica e descontraída.

Podemos chamar essa ação de condicionamento operante — quando a criança recebe algo muito legal por cumprir com tudo o que foi combinado. É interessante usar esses reforços em algumas situações específicas. Veja:

  • na organização dos brinquedos ao terminar de brincar;
  • ao terminar as lições de casa;
  • depois de perceber o bom comportamento na escola, em casa e em outros locais.

O objetivo é que a criança alcance o entendimento sem precisar que as mamães digam que é necessário.

Outra situação interessante para utilizar o método é durante a alimentação. Se existe algo que a criança não gosta de comer — uma determinada fruta, por exemplo — você pode “negociar” com ela, explicando que se aquele alimento for consumido, um outro, de preferência dela, será oferecido em troca.

Assim, ainda que não coma tudo, ela poderá se esforçar para comer. Se houver o cumprimento do que foi solicitado, é importante valorizar aquela ação elogiando a criança, de forma que ela perceba como é bom fazer tudo direitinho.

Além disso, estar sempre atento a tudo que as crianças fazem é muito relevante, pois a todo momento são manifestadas várias situações que merecem uma maior atenção, em que a mamãe pode ajudar e intervir, caso seja necessário.

O uso das recompensas não deve acontecer pela simples ação de compensar, mas para permitir que a criança aprenda mais, se expresse e mantenha uma relação saudável com a família e nos demais locais. Ou seja, para tudo deve haver algum sentido.

O que o diferencia do reforço negativo?

É importante entender que se determinada ação é negativa ou positiva, sempre está relacionada a algo que é retirado ou acrescentado do convívio da criança. Dessa forma, o reforço positivo acontece quando aquele comportamento muito desejado aumenta a frequência. Assim, as mamães, como forma de mostrar o quanto ficaram satisfeitas, usam as recompensas.

As formas de recompensa devem ser escolhidas de acordo com cada criança, lembrando sempre que seu filho não é igual às outras crianças. Então, pode ser que uma música ou um brinquedo faça muito bem aos seus sobrinhos, mas que um elogio ou um carinho tenha mais efeito em seu filho. Dessa maneira, sempre se preocupe em conhecer as crianças, pois cada uma tem um jeitinho especial.

Por exemplo: uma criança se comportou muito bem no parquinho com os amiguinhos. Brincou e socializou normalmente. Diante disso, pode-se usar o brinquedo que ela gosta como recompensa.

Entretanto, durante outro momento, se aconteceram muitos problemas em dividir os brinquedos, a recompensa que foi dada anteriormente é retirada, com o objetivo de mostrar que elas sempre devem se unir nas brincadeiras e que cada uma tem o seu tempo e espaço de brincar.

Dessa forma, podemos afirmar que o reforço positivo na educação acontece quando há recompensas por um comportamento. O negativo, por sua vez, é exatamente a retirada desse incentivo ocasionada por reações opostas ao que se esperava da criança. Não podemos nos esquecer que tudo deve ser bem acompanhado, para que nada se torne em vão na educação dos pequenos.

Como os métodos influenciam na qualidade da Educação Infantil?

Diante de tudo que foi apresentado, é importante considerar que a busca de alternativas para uma melhor educação das crianças vai além da infância e acompanha todo o crescimento delas, alcançando o processo de escolarização. As insatisfações no meio educativo cresceram bastante e a mudança deve começar pela parceria entre pais e professores, os quais certamente buscam sempre o que há de mais relevante aos seus alunos.

De acordo com a pesquisa denominada Retratos da Sociedade Brasileira — Educação Básica (CNI), em parceria com o movimento Todos pela Educação, as avaliações relacionadas à qualidade consideram o Ensino Médio como ruim ou péssimo e destacam que os estudantes não estão preparados para a etapa seguinte ou para o mercado de trabalho.

Dessa forma, é importante enfatizar que a adoção de métodos — como o reforço positivo — pode trazer grandes contribuições para a mudança desses índices, se aplicados desde a Educação Infantil e durante todo o processo de escolarização de crianças e jovens.

Conforme estudo realizado em Harvard, existem alguns comportamentos e atitudes dos pais essenciais a essa fase que são benéficos ao ato de educar crianças. E eles podem ser utilizados como reforçadores para esse propósito.

Dentre eles, destacam-se maior tempo de dedicação às crianças, permissão de diálogos, orientação sobre ansiedade e demonstração de gratidão, com bons reflexos na educação.

Como você pode perceber, o reforço positivo é um excelente método para ser usado na educação das crianças. Diante disso, o mais importante é encontrar boas formas de usá-lo para que seja realmente eficaz.

quadro de incentivo — importante recurso utilizado para incentivar e apoiar o condicionamento do comportamento infantil — é uma boa opção, pois permite que os atos positivos e negativos dos pequenos sejam percebidos e sirvam como parâmetros para as orientações.

Agora que você conhece o poder do reforço positivo na educação, entenda o deficit de atenção infantil e saiba a melhor maneira com os pequenos!


Deixe um Comentário