Use o cupom: VINTE pra ganhar 20% de desconto !

Troca de material escolar: o que você precisa saber sobre isso!

Se tem duas coisas que todos os pais gostariam que seus filhos aprendessem são noções de economia e compartilhamento, e a proposta da troca de material escolar faz um combo de ensinamentos desses dois tópicos.

Explicamos: trocar material escolar dentro de sala de aula, oferecer ao colega o que está faltando e vice-versa é uma maneira de ampliar o olhar da criança para o mundo que está à sua volta.

Já o reaproveitamento, praticando a troca ou a compra de materiais usados, é uma experiência incrível para entender o consumo consciente. Bacana, não é? Mas existem outros aprendizados e benefícios nessas práticas que você precisa conhecer. Continue a leitura e descubra!

O que a troca de material escolar entre colegas pode ensinar?

Piaget explica! O psicólogo suíço afirma que as crianças costumam desenvolver o chamado “egocentrismo infantil”, um comportamento perfeitamente normal em que a criança não percebe ou aceita que os outros indivíduos ao seu redor têm necessidades, interesses e vontades diferentes das dela.

Assim, os pais e os educadores devem promover experiências e ensinamentos que os ajudem a aceitar noções de compartilhamento e a ceder o espaço. Esses são aprendizados que não podem ser simplesmente orientados, precisam ser internalizados, e nada melhor do que vivências em casa ou na escola para vivenciar esses ensinamentos.

Algumas listas de materiais escolares têm itens de uso coletivo e outros individuais, o que é um esforço da escola para desenvolver esse aprendizado. Mas os pais também podem contribuir reforçando a mensagem e, em alguns casos, incentivando da seguinte maneira:

  • Seu coleguinha não trouxe o estojo hoje, que tal compartilhar seu material com ele?
  • Você tem duas borrachas, por que não oferece uma para seu amigo?

E o reaproveitamento de material escolar, como entra nessa história?

Essa Piaget não explica, mas suas despesas no início do ano provavelmente sim. Essa prática não é recente: é bastante provável que, quando você estava na escola, seus pais também tenham comprado livros usados ou conheciam alguém que fizesse isso. Material escolar nunca foi barato e os preços sobem mais a cada ano.

O que fazer? Seguir os passos dos seus pais, porém dando uma modernizada. Atualmente existem grupos de WhatsApp e comunidades no Facebook que unem pessoas que querem vender com aquelas dispostas a comprar. Além disso, o reaproveitamento de material também traz importantes ensinamentos para as crianças.

Quais são os benefícios diretos da troca e do reaproveitamento de material?

Comprar a lista de material escolar é sempre uma aventura. É preciso pechinchar nas papelarias, encomendar livros na editora e lidar com as birras das crianças pedindo milhões de produtos que elas provavelmente não vão utilizar. Considerando isso, buscar alternativas e ainda usá-las como aprendizado para pais e filhos pode trazer diversos benefícios. Veja alguns deles nos próximos tópicos!

Economia para os pais

Sim, vamos repetir esse ponto porque ele não fica limitado aos livros didáticos. Em algumas listas escolares, eles representam a maior porcentagem da despesa, mas a economia pode ser melhorada.

Além da troca de livros, esses grupos se uniram para fazer pedidos maiores diretamente com os fornecedores. Materiais simples (lápis, giz de cera, papel e outros itens da lista), quando comprados em maior quantidade, têm seus preços unitários reduzidos.

Sustentabilidade para o mundo

Se as finanças dos pais agradecem, a natureza também. Quando dois ou mais alunos usam o mesmo livro, a necessidade de produção daquele item é reduzida. Isso vale também para aqueles milhares de lápis de cor que se perdem ao longo do ano e depois são encontrados milagrosamente. Por que comprar uma caixa nova se eles podem ser reaproveitados?

Aprendizado para os filhos

Outro benefício inquestionável dessa ação de trocar livros e materiais escolares é que tudo isso é vivenciado pelos filhos. A experiência desperta nas crianças noções de economia, sustentabilidade e até mesmo um entendimento sobre a realidade financeira dos pais.

Agilidade para montar o material completo

Todos os pais que recebem a lista de material escolar sabem que ela não pode ser deixada para a última hora. Alguns itens ficam em falta nas papelarias e os livros precisam ser solicitados nas editoras em alguns casos.

No caso do uniforme, existe a obrigatoriedade de usá-lo desde o primeiro dia de aula, afinal é uma identificação do aluno que também garante sua segurança. Porém, devido ao volume de compra eles também ficam em falta.

A vantagem de trocar peças de uniforme e material escolar é que os itens já estão ali, prontos para serem recolhidos, comprados ou trocados, dependendo da situação. Estar com tudo pronto para voltar às aulas gastando pouco é uma das melhores sensações que existem para os pais, pode acreditar.

Como isso afeta o desenvolvimento das crianças?

A experiência da busca por uniformes e materiais escolares mais econômicos é muito importante para o aprendizado sobre valores. As crianças recebem estímulos ao consumo o ano inteiro, seja de colegas, seja da televisão. Veja de que maneira a troca de material escolar impacta as crianças:

Adeus ao egocentrismo

Ao perceberem o esforço para promover economias na família, elas se tornam mais conscientes sobre o valor das coisas e o egocentrismo começa a ser desfeito com o pensamento coletivo familiar.

Validação das boas atitudes

Além disso, assistindo outra criança ajudando seus pais a economizar, ela se sente mais motivada a fazer o mesmo. É um senso comum que se forma. Aos poucos, as crianças passam a sentir orgulho de ajudar seus pais, os colegas e a natureza, já que os conceitos de sustentabilidade estão cada vez mais fortes na sociedade.

Tudo isso apenas mantendo seus materiais conservados para um outro alguém utilizar no futuro, o que mostra que mesmo os pequenos atos podem trazer bons resultados.

Criação de momentos lúdicos valiosos para as crianças

Outra parte gostosa de todo esse aprendizado é permitir que as crianças criem suas identificações com o material. Além de uma proteção para livros e cadernos, usar etiquetas de identificação divertidas fazem com que a criança se sinta motivada na hora de receber o material novo e começar a trabalhar com ele.

Na Grudado em Você existe um mundo de formatos e designs que as crianças podem se esbaldar. Contudo, identificar os materiais não é uma alegria só para as crianças, viu? A maioria das escolas pede que os itens sejam etiquetados para uma rápida localização no caso de perda.

Aqui entre nós: quando as crianças voltam para casa e percebem que esqueceram o casaco de frio na escola sempre dá aquele aperto no coração só de pensar na possibilidade de ter que comprar outro, não é?

Para concluir, nossas últimas dicas são: aproveite todas as trocas de material escolar que possam ser feitas, envolva seus filhos, incentive-os a compartilhar dentro de sala de aula e, claro, assine a nossa newsletter para receber uma seleção de conteúdos especiais, com dicas e novidades do universo escolar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading