Bolsinhas, Sacos, Estojos e Organizadores com 20% off! Até 23/06. Use o cupom amo20

Até quando é saudável para as crianças acreditar no Papai Noel? Descubra aqui!

acreditar no papai noel

Olá, família, tudo bem? Sabia que, para as crianças, acreditar no Papai Noel vai além da felicidade de receber um presente? Pois é! Essa crença ajuda no desenvolvimento delas e é uma forma positiva de estimular a sua criatividade. Contudo, quando elas descobrem que o bom velhinho é apenas um personagem, o que fazer? Até quando é saudável elas acreditarem na existência dele?

Bom, muitas dúvidas podem surgir nessa hora, principalmente porque temos receio de que os baixinhos fiquem decepcionados com a revelação. Pensando nisso, trouxemos este post para ajudar você a refletir sobre a importância do clima natalino e desse personagem tão querido pelos pequenos. Se interessou pelo assunto? Então continue a leitura! Vamos lá?

Por que acreditar no Papai Noel é importante?

Albert Einstein, um dos maiores gênios da ciência, disse que a criatividade é a inteligência se divertindo. Não poderia ser diferente. Afinal, pessoas criativas costumam ter mais soluções para os problemas do dia a dia. Em qualquer desafio, é preciso exercitar essa capacidade a fim de encontrar uma saída.

Quando se fala em problema, não quer dizer necessariamente algo ruim, mas também uma situação que precisa ser resolvida de alguma maneira. Trazendo para o universo infantil é bem fácil compreender. Um pequeno que quer ser um super-herói, mas não tem a roupa apropriada, pega uma toalha, amarra no pescoço e finge que é a sua capa. Ele usou a sua imaginação para ter o que queria.

A criatividade não é algo que nasce com a gente, não é simplesmente um talento ou um dom, pois pode ser totalmente trabalhada para funcionar. No entanto, ela é desenvolvida desde o nascimento, pois até mesmo um bebê utiliza dela para compreender o mundo onde vive.

É por esse motivo que a imaginação e a fantasia devem ser estimuladas, já que elas andam lado a lado com a criatividade. Toda essa explicação tem a intenção de demonstrar o motivo pelo qual é importante incentivar a criança a acreditar no Papai Noel e em todo o clima natalino.

Por mais que a gente conte toda a história do velhinho de roupa vermelha e de barba branca, que dirige um trenó guiado por renas para distribuir presentes, os pequenos ainda são capazes de usar toda a sua imaginação para criar contos e fantasiar ainda mais como é o Natal.

Sendo assim, acreditar no Papai Noel pode ajudar no desenvolvimento cognitivo, já que viver as mil possibilidades de um mundo imaginário enriquece o raciocínio, a capacidade de criação e de solucionar os desafios.

Quais os valores podem ser ensinados com o Papai Noel?

Além de estimular toda a criatividade da criança, acreditar no Papai Noel também é uma maneira de aprender os valores que esse personagem transmite. Afinal, quem é ele? É um senhor que passa o ano inteiro fabricando brinquedos junto aos seus duendes para dar às crianças do mundo todo na noite de natal.

Ele não se esquece de ninguém e tem a generosidade de doar o seu tempo para fazer outras pessoas felizes, sem pedir nada em troca. Com isso, podemos passar os princípios de empatia, bondade e solidariedade. Aliás, essa é uma ótima época para trabalhar isso.

Já pensou em tomar o exemplo do Papai Noel e chamar o seu filhote para fazer doação dos brinquedos que ele não usa para as crianças que não têm a oportunidade de receber presente? Obviamente, só deve ser feito se o pequeno concordar espontaneamente.

Para as famílias cristãs, o Natal tem significado especial, pois é a comemoração do nascimento de Jesus. Se esse é o seu caso, aproveite também para contar a história e a simbologia por trás. Fora isso, o fim de ano é um período para agradecer o que aconteceu de bom e as novas oportunidades do novo ciclo que se inicia.

Até quando a criança deve acreditar no Papai Noel?

Não há idade certa para a descoberta da verdade sobre o Papai Noel e não há motivos para revelar. Até os sete ou oito anos, as crianças passam a ter uma noção maior do que é realidade e questionam a existência do bom velhinho.

Elas mesmas percebem que a história toda não bate. Por que existem tantos Papais Noéis nos shoppings e praças? Por que eles são diferentes? Qual é o verdadeiro? Como o Papai Noel consegue dar a volta ao mundo entregando presentes em apenas uma noite? Essas são algumas das questões levantadas por elas.

Dificilmente os pais terão que contar sobre a verdade, já que os pequenos são muito espertos e descobrem naturalmente. Entretanto, pode acontecer da criança não perceber a realidade e precisar da ajuda, mas enquanto isso não acontece, vocês podem aproveitar a magia do Natal e soltar a imaginação juntos.

Meu filho descobriu a verdade, o que fazer?

Se o seu baixinho descobrir que o Papai Noel não existe, está tudo bem. Muitas vezes, os pais ficam mais chateados do que os filhos quando esse mistério é revelado, por acharem que a “magia” do Natal não será a mesma. Contudo, saiba que outras histórias virão e o clima natalino permanecerá.

Se meu filho perceber muito cedo? Também não é problema, desde que seja naturalmente, que ele mesmo tenha desconfiado sobre as versões que não se completam. Aliás, esse é um passo importante para o amadurecimento da criança. Sendo assim, não tente insistir em algo que ela já sabe que não é verdade, pois poderá se sentir enganada.

Agora se a descoberta for feita de maneira errada, o pequeno pode ficar frustrado por um tempo. Se um amiguinho ou irmão conta a verdade com a intenção de machucar emocionalmente, a criança pode ficar chateada. Contudo, não é algo que possa trazer maiores consequências no futuro, como um trauma na idade adulta.

Acreditar no Papai Noel é importante para que a criança possa exercitar a sua imaginação e desenvolver a sua criatividade. Assim, as suas capacidades de raciocínio e resolução de problemas é trabalhada de forma lúdica. Além disso, os valores de bondade, solidariedade e empatia podem ser transmitidos por meio da história e do exemplo do bom velhinho.

Gostou do nosso post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais! Dessa maneira, mais mamães e papais saberão a importância de estimular a criança a acreditar no Papai Noel.

6 responses to “Até quando é saudável para as crianças acreditar no Papai Noel? Descubra aqui!

  1. Sinceramente desde pequena eu achava uma baboseira o papai Noel com 5 anos já questionava e dizia que não existia, um dia com 7 anos teve uma apresentação de Natal e tinha um tio vestido de papai noel e todo mundo ficou triste com isso e eu fui suspensa e nem liguei na verdade quando criança eu odiava brincar com todo mundo até com meus pais e também não gostava de nenhuma criança e pra mim era normal meus pais sempre ficavam no meu pé para eu me inturmar mas não tinha jeito.

  2. Os pais precisam entender, até quando continuar com essa farsa? É preciso contar a verdade sobre o Papai Noel quando as crianças tiver mais ou menos uns 10 ou 13 anos. Porque comigo foi horrível quando na escola todos os coleguinhas debocharam de mim porque eu acreditava em Papai Noel, até o menino que eu gostava todos debocharam e riram de mim eu me senti enganada, fiquei frustrada, meu mundo caiu, e a credibilidade que eu tinha do Papai Noel tornou-se um pesadelo ,com muita raiva hoje eu sou adulta sou uma professora e uma pedagoga é preciso saber a hora de falar a verdade, antes antes que outra pessoa o faça, ou alguns coleguinhas da escola e a criança venha se sentir enganada., assim como eu me senti. eu perguntei para minha mãe porque ela não me disse a verdade os pais erram muito com seus filhos. Nas escolas existem bullying é preciso que os pais se atentem para a hora de contar a verdade e ter um diálogo calmo com seu filho. Porque isso pode ser muito frustrante para criança.

  3. Esse Marcelo está com problemas de interpretação de textos. Todas as respostas das suas perguntas já estão no texto! É casa uma….

  4. Ola. Gostei muito do que foi escrito e tenho uma pergunta. O que te faz pensar que acreditar numa fantasia mentirosa ajuda a desenvolver a criatividade? E o que te faz pensar que se a criança saber que papai noel nao existe a impende de criar estórias imaginarias sobre papai noel. Por favor, deixe me saber!

    1. Olá… eu me interesso muito em desenvolvimento infantil. Estudei bastante e continuo sempre estudando. Fantasia no meu entendimento não pode ser classificada como verdadeira ou mentirosa. Fantasia é o que vc deixa a sua mente imaginar e criar. Até mesmo os adultos fazem isso… pense enquanto fantasia adultas fazem o ser humano ter ideias, criar cenários , buscar soluções… isso motiva a criatividade.
      Quando a criança acredita em Papai Noel as ideias as imaginações sobre isso vão longe, coloca a cabeça pra pensar sem nem perceber, isso desenvolve o cognitivo para outras situações, pq tudo que aprendemos ou pensamos cria cognições no cérebro essas cognições são para sempre e pq tudo que se vai aprender entra dentro de uma dessas linhas de cognições, a imaginação é uma dessas linhas e quanto mais exerce mais ela fica forte, lembra que quando imagina cria problemas e soluções. Vai usar isso a vida toda, na escola, no trabalho e na vida pessoal. Claro que tudo isso pode ser trabalhado na cabeça da criança sem ter o Papai Noel, mas eu não vejo outra coisa mais motivante que esse personagem pq “ele” faz a criança feliz realizando seus sonhos, é imaginar que além de mãe e pai alguém mais se preocupa com ele, sentimento de alegria com proteção de alguém que não te conhece, isso é uma alimento sem tamanho para a criatividade. Criatividade é ferramenta de sucesso para uma criança e para o adulto também. Cada um tem um ponto de vista e um estudo. Na hora da revelação pode surgir outras situações, mas pra mim a cognição está lá e está forte e a outra situação para resolver com o filho sempre teremos. Tudo vai de como trabalhamos com eles pra ajudar entenderem as coisas e o mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading