Já identificou seu material escolar? Nós podemos te ajudar ;-)

Seu filho tem dificuldade de leitura? Saiba como ajudar!

dificuldade de leitura

Quando se trata de desempenho escolar, uma das maiores preocupações dos pais é com a alfabetização. O seu filho chegou a essa fase ou até passou por ela, mas ainda não consegue ler uma frase sem tropeçar nas palavras, e você se pergunta por que ele tem dificuldade de leitura?

Calma, mãe, a gente explica! Na verdade, seu filho não é o único, pois essa dificuldade é comum e não significa, necessariamente, que tenha algum problema de aprendizagem. Muitas vezes, basta um empurrãozinho mais direcionado para que uma criança desenvolva as habilidades certas e deslanche na leitura.

Entenda melhor sobre o que estamos falando, por que isso está acontecendo nas escolas e como pais e professores podem reverter o quadro. Acompanhe!

Entenda por que a dificuldade de leitura é um problema comum nas salas de aula

A dificuldade de leitura é um problema recorrente até mesmo entre os alunos das escolas particulares. Portanto, não se trata de uma falta de capacidade da criança, mas sim de um deficit na aquisição de habilidades necessárias à leitura.

Vamos lá, para entender isso melhor é preciso compreender a diferença entre capacidade e habilidade. A primeira é inata, faz parte da nossa biologia; trata-se, por exemplo, das capacidades de atenção, observação etc. Já as habilidades são adquiridas por meio de estímulos, aprendizagem e exercícios.

O que ocorre atualmente em muitas escolas é que, embora capazes de ler, as crianças chegam à alfabetização sem terem desenvolvido uma habilidade específica essencial à leitura: a identificação automática de palavras.

Por isso, é muito importante proporcionar ao seu filho a aquisição dessa e outras habilidades que são fundamentais para o aprendizado dos conteúdos escolares. Nesse processo, a parceria entre pais e professores é primordial.

Aprenda como ajudar a criança com dificuldades na leitura

Como você pode ver, qualquer criança pode ter dificuldade de leitura, independentemente de apresentar algum distúrbio que de fato dificulte a aprendizagem, como a dislexia. Assim, antes de tudo, perceba e deixe seu filho perceber que o problema é comum e não tem nada a ver com inteligência ou falta de capacidade, certo?

Além disso, saiba que com algumas ações diretas e um certo reforço positivo, tanto você quanto a escola podem reverter essa dificuldade e ajudar a criança a destravar a leitura. Confira!

Comece cedo

Ninguém está falando em adiantar a alfabetização, mas como explicamos, para chegar a ela é preciso treinar e exercitar algumas habilidades específicas, como a identificação de palavras. Existem muitas formas de estimular isso por meio de brincadeiras, que é como as crianças pequenas aprendem melhor.

A chamadinha na sala de aula é uma forma de ensinar os pequenos a identificar o próprio nome, em geral a primeira palavra que eles aprendem. Em casa, você pode continuar a brincadeira com as letras usando jogos educativos como quebra-cabeças, caça-palavras, alfabetos imantados para usar na geladeira ou em EVA para colar nos azulejos do box durante o banho.

Faça da leitura um hábito

Sabemos que, quando um hábito é adquirido, ele se torna uma ação quase automática. Assim, se você incluir a leitura na rotina do seu filho, ele se acostumará com os livros e terá mais curiosidade, o que facilita muito na hora de aprender a ler.

Organize um cantinho da leitura em casa, deixe os livros ao alcance das mãos da criança, e conte histórias para ela antes de dormir. Estimule no seu filho o gosto pela leitura, e não esqueça de dar o exemplo, lendo na frente dele também.

Brinque de encontrar palavras

Além da brincadeira de caça-palavras, você pode incentivar seu filho a procurar palavras em outros lugares, como nos letreiros e placas nas ruas, nas revistas, nos brinquedos e nas roupas. Essa atividade é um ótimo exercício para automatizar a identificação de palavras.

Por exemplo, durante um passeio de carro, cante uma letra ou sílaba e peça que ele procure no caminho palavras que tenham esse começo. A mesma atividade pode ser feita com uma revista ou jornal, ensinando a criança a gerenciar suas dificuldades com a leitura.

Atribua tarefas que envolvam a leitura

Já na fase de alfabetização, é interessante trazer a necessidade da leitura para o dia a dia, atribuindo à criança tarefas em que seja necessário ler alguns trechos. Por exemplo, você pode pedir ajuda na cozinha e solicitar que seu filho leia a receita para você, ou ainda delegar a ele a função de ler as instruções de um jogo antes de começar a brincadeira.

Grave a criança lendo

Outra dica muito boa para quando a criança já esteja iniciando a leitura é gravá-la lendo em voz alta. A gravação ajuda tanto o professor quanto o próprio aluno a se ouvir e aprender com os erros. Além disso, ela pode ser usada como um parâmetro para avaliar a evolução do aluno, e até mesmo como um incentivo, mostrando como ele já progrediu.

Para tornar essa atividade mais lúdica e divertida, você pode simular uma brincadeira, como um programa de rádio ou TV, colocando seu filho no papel de locutor.

Identifique as maiores dificuldades

Ao identificar as dificuldades, é possível traçar as estratégias mais eficazes para superá-las. Pode ser que uma criança tenha mais dificuldade com alguns fonemas do que com outros, ou que os obstáculos apareçam dependendo do formato ou assunto do texto. Vale uma boa observação para retirar o máximo de informações que possam ser usadas para favorecer o aprendizado.

Ensine a separar as sílabas

A separação silábica é um conceito essencial no aprendizado da leitura, e assim como outros conteúdos, pode ser ensinado brincando. O bingo de sílabas é um ótimo exemplo. A antiga tática dos cartazes com as sílabas coloridas também funciona.

São muitas as formas de ajudar e incentivar uma criança com dificuldade de leitura, mas é crucial não repreender, criticar ou castigar para não afetar sua autoestima. Isso até porque a situação ocorre com mais frequência do que se imagina, e exige de pais e professores atenção e paciência para contorná-la.

Se você se interessou por esta leitura, recomendamos ler também sobre as dificuldades de aprendizagem: tire as principais dúvidas sobre o assunto!

8 responses to “Seu filho tem dificuldade de leitura? Saiba como ajudar!

  1. O meu filho tem 6 anos já anda no 1 ciclo e tem muita dificuldade a ler visto que tem muita vergonha e muita ansiedade ele já é muito calado por si e já fala muito pouco. Preciso de ajuda pf

  2. Meu filho tem 10 anos e não sabe ler , só sabe escrever com letra de forma ,tira do quadro e tudo , como ajudar ele..

    1. Olá.. O método fônico pode ajudar .. Ele tem que aprender o som das letras.. Isso ajuda muito e acelera o processo. Sou professora e trabalho com esse método.. Se quiser apoio pode me chamar.
      66 984396782
      Professora Andreia

  3. Estou desesperada a anos , meu filho tem 15 anos e por mais que tente eu não consigo e nem na escola os professores conseguiu ensinar ele a ler . Ele reconhece as letras , mais não sabe formar palavras e muito menos fonar.Ele é copista. E só reconhece alguns números. Percebo que ele quer aprender, mais não consegue. Como posso ajudá-lo!?

    1. Olá, vi sua postagem sobre seu filho que apresenta dificuldades com a leitura sou professroa particular atendo muitos alunos com o mesmo problema,se você quiser posso ajudar !

      1. Oi também tenho dificuldade com meu sobrinho de 9 anos ele sabe algums palavras mais se atrapalha todo na hora de formarfrase porem ele tem a língua presa e teve uns traumas de infância perdeu a mae com apenas dois anos de idade…pode me indicar alguma ajuda pra ele melhorar

    2. Olá.. Seu filho já aprendeu?
      O método fônico pode ajudar .. Ele tem que aprender o som das letras.. Isso ajuda muito e acelera o processo. Sou professora e trabalho com esse método.. Se quiser apoio pode me chamar.
      66 984396782
      Professora Andreia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading